[Resenha] Contratempo

30 de julho de 2020

Título: Contratempo
Autor: Ivi Campos
Editora: Clube dos Autores
Páginas: 199
Ano: 2013
Clique aqui para comprar pela Amazon e ajude o blog
*Publieditorial
Sinopse: Lais se tornou mãe de Letícia ainda na adolescência, mas apesar de todas as dificuldades, educou a filha com sabedoria e a pequena criança acabou se tornando uma das modelos mais famosas do mundo. Porém Letícia quer encerrar a próspera carreira e realizar o sonho que tem desde quando era pequena. E para ajudar a filha, Lais terá que percorrer 21 anos de volta ao passado e relembrar sentimentos e situações que mudaram todos os seus planos e, além disso, contratempos podem impedir que Letícia consiga realizar o grande sonho da sua vida: Conhecer seu pai.
Resenha
Letícia é uma modelo negra brasileira famosa internacionalmente, após sete anos de contratos após contratos, de uma incansável vida de celebridade cobiçada, ela decidiu se aposentar. Seu anúncio foi recebido com muita curiosidade pelo mundo e muitas especulações surgiram, mas nenhuma delas chegou perto da verdade. Letícia só queria uma vida normal, ela está na carreira desde os sete anos de idade, mas ainda há outro motivo que só ela sabe, que não contou nem mesmo para a sua mãe – que é quem está por trás de todo o seu sucesso. A verdade para Letícia ter se tornado famosa foi o desejo de conhecer seu pai.

Lais, mãe de Letícia, precisou enfrentar muitas dificuldades ao longo da vida para poder criar a filha sozinha. Tudo começou com o seu primeiro e único amor, Rodrigo, o pai de sua filha. Quando Lais e Rodrigo se conheceram o amor entre eles foi algo natural, era como se tivessem sido feitos um para o outro. Era um amor puro e cheio de descobertas. Eles foram se conhecendo, descobrindo o que gostavam e ficavam cada vez mais íntimos, um romance intenso mesmo que ainda tão jovens. Mas esse relacionamento poderia não ser aceito pelos pais dela, era tudo escondido, o irmão de Lais e as amigas dela davam cobertura e os jovens apaixonados aproveitavam cada minuto que podiam ficar juntos.
Os pais de Rodrigo apoiavam a relação e gostavam de Lais, mas as diferenças entre os dois eram muitas. Lais, uma jovem rica, branca e católica; Rodrigo, jovem negro, pobre e evangélico. Para os dois, nada disso importava, eles sabiam o amor que sentiam um pelo outro e sabiam que ninguém os entendia.  E então as coisas mudaram e os dois foram separados, proibidos de ter contato um com o outro. E justamente no momento em que mais precisariam estar juntos. O momento em que Lais descobriu estar grávida.

Ela nunca teve a oportunidade de contar a Rodrigo que eles teriam um bebê. Algo terrível aconteceu e colocou o caráter de Rodrigo à prova. Lais não soube o que aconteceu com ele depois daquele acontecimento, ela tentou procurá-lo, tentou pediu ajuda à família dele, mas foi impedida de se aproximar. Seu coração estava destroçado e as coisas em casa não eram nada boas, seus pais descobriram a gravidez e a trataram muito mal, mais uma vez, suas amigas estiveram ao seu lado segurando a barra com ela, mas a tristeza em casa a consumia. E quando sua filha nasceu e era uma linda menininha negra o pai agiu preconceituosamente e saiu da vida delas. A mãe não agiu muito diferente. De modo que Lais precisou sair de casa para que pudesse criar sua filha em um ambiente feliz, com muito amor.
E Letícia teve mesmo muito amor, ela sempre deu valor aos sacrifícios que a mãe fez para educá-la e criá-la, sua mãe foi e ainda é uma verdadeira guerreira, Letícia não tem do que reclamar, a mãe supriu todas as suas necessidades. Mas ela queria encontrar o pai, e por medo de magoar a mãe acabou não dizendo nada para ela. Ainda criança, teve a ideia de se tornar famosa, talvez o pai a reconhecesse, talvez ele descobrisse que a modelo era a sua filha e a procurasse. Mas isso nunca aconteceu. E Letícia contratou uma de detetives para encontrar seu pai, eles encontraram. Por isso ela não quer mais trabalhar como modelo. Ela gosta, mas quer viver uma vida normal e agora que sabe onde encontrar seu pai ela vai atrás dele.

Quando Lais descobre o plano da filha ela fica um pouco ressentida, porém entende. Sua filha quer as respostas que ela não pôde dar. Mas para que Letícia possa encontrar o pai, Lais propõe ir primeiro, assim pode ver o que espera sua filha. Ela não sabe quem Rodrigo se tornou e tem medo de que ele possa magoar Letícia. Lais não sabe ao certo o que aconteceu com ele, os anos foram duros com Rodrigo, foi difícil para ela criar a filha sozinha, mas para Rodrigo as coisas também não foram nada fáceis. E agora que o encontro está para acontecer, ele passa por mais uma prova que pode endurecer ainda mais o seu coração. O que aconteceu na vida dele? O que vai acontecer com os três? Só lendo o livro para descobrir.
Minha impressão
Eu conheci a Ivi através do blog dela, Meu Amor por Livros,e  ainda não havia lido nenhum de seus livros. Contratempo foi o meu primeiro livro da autora e fiquei muito envolvida com a leitura desde o começo. A escrita dela é muito gostosa e a trama tem um ritmo ágil, com personagens carismáticos e dramas que nos fazem ficar ansiosos pra o que está por vir. A autora introduz temas importantes a essa trama, questões como, por exemplo, preconceito racial e socioeconômico, além de mensagens sobre aprender a ouvir o outro e entender pelo que ele passou antes de julgar suas atitudes.

Lais foi mãe na adolescência e seus pais não aceitaram bem a gravidez e quando Letícia nasceu negra elas a repudiaram e condenaram a filha por ter se relacionado com um negro. Ela saiu de casa e, com muito sacrifício, conseguiu suprir todas as necessidades de Letícia. Rodrigo nunca teve a oportunidade de conhecer Leticia e participar de sua criação, ele também enfrentava situações traumáticas. Rodrigo teria feito o impossível para ficar ao lado de Lais e da filha, mas essa vida lhe foi roubada e a vida que ele teve foi só dificuldade. Negro e pobre, nunca se vitimizou e sempre trabalhou duro, porém, seu coração se amargurou pelas pedradas que recebeu ao longo dos anos.

Quando história começou eu não esperava me emocionar tanto com esses três e a cada capítulo eu ficava cada vez mais curiosa para entender como eles chegaram ao ponto em que estão e o que vai acontecer com eles. Letícia se tornou uma modelo famosa na esperança de seu pai reconhecê-la, a mãe não fala sobre ele e Letícia quer encontrá-lo, então contrata detetives para isso. Lais descobre e pede para ir antes, para ver o que espera pela filha. A cena desse reencontro me deixou com o coração apertado. Lais e Rodrigo mudaram muito com o passar dos anos, cada um está marcado pelas próprias tristezas e dificuldades e sem saber pelo que o outro passou. O primeiro amor nunca foi esquecido, eles foram obrigados a se afastar, a nunca mais se ver, e agora eles têm a chance de mostrar seu lado da história e contar ao outro o que aconteceu após a trágica separação.

Contratempo é uma leitura rápida e também muito intensa, com cenas que mexem com nossos corações. Uma das linhas temporais se passa em Santa Maria na época da tragédia da boate Kiss e os momentos finais do livro me deixaram muito angustiada.

Minha nota para o livro

7 comentários:

  1. Que resenha linda Bia!!!
    Fico feliz dos personagens terem te envolvido e você ter torcido por cada um deles.
    Obrigada pelo espaço e pelo apoio!!
    Bj

    ResponderExcluir
  2. Eu gosto muito desse livro sempre que leio viajo com os personagens...é meu segundo preferido da autora

    ResponderExcluir
  3. Amo a autora, escreve com fluidez e paixão. Tem mais dois livros que vale muito a pena. Nesse tem uma passagem que me encheu os olhos de lágrimas quando fala da casinha branca com janelas azuis, parecia que ela estava descrevendo a casa dos meus avós sem nunca ter ido lá. 😍

    ResponderExcluir
  4. Adoro os 3 livros dela: "Nas asas da borboleta", "Contratempo" e "Outra vez". Tô aqui só esperando o quarto livro!

    ResponderExcluir
  5. Livro lindo, torci pela Letícia em sua busca pelo pai e também sofri com a Laís e o Rodrigo na parte mais tensa do livro! Meu preferido da Ivi! :)

    ResponderExcluir
  6. Nossa, que história!!!!!
    Eu gosto muito de histórias mais dramáticas e nossa, essa busca pelo pai deve ser algo incrivel, eu nem li e já tô torcendo por elas!! Curiosa pra saber como tudo isso se desenvolve, indo dar uma olhada nesse livro agora mesmo!!!

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Senti o impacto dessa história só lendo sua resenha. Achei a premissa bem interessante, os assuntos abordados importantes e o toque do romance fechou com chave de ouro. Essa é com certeza uma leitura que vai para lista. Adorei a recomendação.

    Beijos
    leitura-terapia.blogspot.com

    ResponderExcluir