[Resenha] A Casa na Árvore com 13 andares

10 de janeiro de 2020

Título: A Casa na Árvore com 13 Andares
Autor: Andy Griffiths e Terry Denton
Editora: Fundamento
Páginas: 246
Ano: 2016
Adicione ao Skoob
*Cortesia da editora
Sinopse: Olá! Eu sou o Andy! Moro com meu melhor amigo, Terry, numa casa da árvore de 13 andares. Nela, nós dois vivemos fantásticas aventuras! Entre e venha se divertir com a gente! Andy e Terry moram na casa da árvore mais incrível do mundo! Ela tem 13 andares, pista de boliche, cipós, um tanque de tubarões devoradores, uma catapulta enorme, uma máquina que arremessa marshmallows, uma fonte de limonada e um laboratório subterrâneo ultrassecreto! Quem não gostaria de viver num lugar assim, não é mesmo? E tudo estava perfeito até os gatos voadores, os macacos arruaceiros, a sereia-monstro e o gorila gigante invadirem a casa da árvore! Dá para acreditar? Agora Andy e Terry precisam usar a imaginação e a inteligência para se livrar dessas encrencas... Mas será que eles conseguem proteger a casa e salvar o dia? Aventuras malucas, situações hilárias e muita diversão esperam você! Afinal, tudo pode acontecer na casa da árvore de 13 andares! Andy Griffiths é autor de livros infantis e best-seller do New York Times com a série Irada! Terry Denton é um autor e ilustrador muito popular na Austrália e nos Estados Unidos. Andy e Terry são parceiros desde 1997 e seus livros já venderam mais de um milhão de cópias em todo o mundo. A Casa da Árvore é uma série repleta de histórias engraçadas, criativas e ilustradas destinada ao público infantojuvenil.
Resenha
Andy e Terry são dois amigos que moram juntos em uma casa na árvore, mas não vá pensando que é apenas uma simples casa na árvore como qualquer outra, essa não. Ah! Essa é diferente. Além de ter treze andares (como se isso já não a fizesse ser diferente de todas as outras que você já tenha visto) ela é uma casa um tanto quanto agitada. Não, agitada não é a palavra certa. A casa é fascinante.

Imagine você andar por aí dentro de casa e uma máquina de marshmallow te seguir e jogar essas gostosuras na sua boa! Ou ter uma fonte de limonada na qual você se deita em um espaço perfeitamente confortável para beber diretamente dela. Cipós para se balançar a hora que quiser. Um tanque cheio de tubarões voadores. Uma pista de boliche inteirinha para você. Um quarto de almofadas para se jogar e relaxar ou brincar de guerra de almofada. Um teatro e uma biblioteca. Um salão de jogos com todos aqueles jogos maneiros que você gosta. São tantos espaços inusitados na casa, é um verdadeiro paraíso.
Bom, um lugar como esse é de se esperar que aconteçam alguns imprevistos, ou melhor, que se tenham muitas confusões. Andy e Terry são bem peraltas, eles têm muita imaginação e a casa na árvore é um ambiente bastante propício a despertar todo tipo de fantasia em mentes tão criativas quanto as mentes deles. Certa vez, Terry resolveu pintar a gata da vinha de amarelo para transformá-la em um canário e fazer voá-la, isso lá tem cabimento? Para Terry sim, e se você ficou surpreso, Andy também, ainda mais depois do que aconteceu. Você não faz ideia do que Terry arrumou ao pintar a gata de amarelo. Esse carinha é hilário! Andy também. Eles formam uma dupla divertidíssima.

Mas a casa na árvore não é só para diversão, quase o tempo todo ela é, porém Andy e Terry precisam trabalhar também e usam o lugar onde moram como inspiração. Andy escreve e Terry desenha. Eles precisam terminar um livro que já deveriam ter entregado ao editor muito tempo atrás, mas com tantas distrações à disposição quem vai querer trabalhar? Pois é, eles enrolaram por longos dias, mas agora o editor está irritado e quero o livro com urgência. Quase um ano para escrever e desenhar e o projeto está praticamente sem nada ainda.
Andy e Terry acabam se desentendendo porque Terry fez apenas dois desenhos e Andy diz que tem que fazer tudo sozinho, então surge uma competição de desenhos e com ela os dois entendem que já chega de enrolação, o livro não vai se criar sozinho. O problema é que a cada segundo algo acontece e eles perdem totalmente o foco. Resta saber se em meio a tantas loucuras eles vão conseguir, finalmente, terminar o livro.
Minha impressão
A Casa na Árvore com 13 Andares é um livro completamente divertido e muito criativo, Andy e Terry nos trazem uma obra que fica cada vez mais maluca e isso é o mais legal, são pequenas histórias dentro do livro que fazem com que a leitura fique envolvente e a cada página descobrimos algo diferente e ainda mais insano que a página anterior. São altas risadas. É impossível ler e não rolar de rir com as aventuras e peripécias desses dois amigos. 

Andy e Terry precisam terminar de escrever um livro que deveriam ter entregado ao editor há um ano, mas morando em uma casa na árvore com treze andares cheia de espaços maneiros e várias coisas que os distraem facilmente fica complicado terminar o livro. Além da casa inusitada, os dois se metem em cada confusão, é uma situação mais curiosa que a outra e eles passam por todas elas da melhor maneira que podem.

O livro ótimo para soltar a imaginação da criançada e proporcionar momentos de diversão, é uma leitura leve e gostosa, com muitas ilustrações lindas e engraçadas, algumas até mesmo bizarras (de um jeito bom). O segundo volume é A Casa na Árvore com 26 andares e já quero saber o que eles vão aprontar com a amiga Jill.


Minha nota para o livro

8 comentários:

  1. Oiii Bia,

    Que livro lindo gente! Adorei as ilustrações e tudo o mais, e fiquei extremamente curiosa para poder conferir esta casa de 13 andares, e também para me imaginar em uma casa com varias coisas incríveis assim!! Já quero muito essa maquina de marshmallow na minha vida kkkkkk

    Beijinhos...
    http://www.equipenerd.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu gosto muito dos livros dessa editora, dá vontade de comprar tudo e dar pro meu irmão kkkkk Quando eu era mais nova, eu amava alguns dos livros que foram publicados por eles.
    Esse em especifico eu não conhecia ainda, mas adorei as ilustrações e deve ser uma leitura super gostosa de ser fazer kkk
    Adorei a dica!

    ResponderExcluir
  3. Oi Beatriz.

    Pela sua resenha a história parece ser interessante e divertida. Mesmo não sendo o público alvo da história eu fiquei com vontade de lê-lo. Adorei a dica.

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Oi Beatriz,
    acho incrível como os livros Infanto-juvenis conseguem muitas vezes me encantar mais do que um livro para a minha idade hahaha, esse livros são para crianças, mas, com lições de moral que muitos adultos deveriam conhecer/aprender não é mesmo? Que bom que gostou da leitura.

    Beijos!
    Eita Já Li

    ResponderExcluir
  5. Oii!


    Esse livro parece muito envolvente, principalmente ser for lido por uma criança. Dá para ver o capricho nas ilustrações e pela sinopse já percebe-se a criatividade. Obrigada pela dica!!! Beijos!!!

    ResponderExcluir
  6. Já li sobre esse livro e encontrei na livraria, adorei a edição dele! Parece uma história muito divertida e que consegue transportar a criançada para o munda da imaginação, não é mesmo? Gostei muito da premissa, vou incentivar para meus sobrinhos. rs
    bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Que enredo interessante! Adoro quando um livro infantil é cheio de criatividade, pois assim dá para aguçar a curiosidade e a criatividade na criançada. Agora já sei o que dar de presente para os pequenos esse ano.

    www.sonhandoatravesdepalavras.com.br

    ResponderExcluir
  8. o livro pode até ser mais infantil mas olha eu adorei a premissa e eu leria super e amaria super, livros infanto juvenis me conquistam sempre com esse tom bobão de dar risadas e imaginar alto.

    ResponderExcluir