28 de maio de 2016

[Resenha] Vou Te Contar Por Que estou Solteira

Título: Vou Te Contar Por Que Estou Solteira
Autora: Simone Lemos
Editora: Chiado
Páginas: 221
Ano: 2015
Skoob: Adicione



Maitê é uma jornalista com 30 anos e está solteira. Para tentar mudar essa situação, ela vai em busca de livros de autoajuda e embarca em uma trapalhada atrás da outra. Leia a resenha e saiba mais sobre esse chick-lit que garante boas risadas.
A trama começa com Maitê nos contando o motivo de estar solteira, bem, na verdade ela não sabe e segundo a própria personagem: se soubesse não estaria solteira! É nesse clima bem humorado que começamos a leitura. Ela é uma mulher de 30 anos, independente, jornalista, muito bonita, simpática e super engraçada. Ela tem um objetivo, se casar, ter três filhos e construir uma família feliz. Mas isso não aconteceu com ela.

Maitê percebe que já está com uma idade avançada (para ela) e para concluir todas as etapas que havia planejado, presume que levará 15 anos, então entra em desespero e quer encontrar um namorado-futuro-marido a qualquer custo. Para isso, ela vai em busca de livros de autoajuda.
Na empresa onde trabalha, ela está com muito trabalho para realizar e quase não tem tempo para realizar a leitura dos livros que compra e tem a "brilhante" ideia de pular as páginas procurando por frases que se destacam ou alguns tópicos. Ela compra muitos livros e acaba misturando as dicas, até que ela reconhece que deveria ler um capítulo inteiro mas alguns trechos já são suficientes para entender e colocar em prática.

O alvo de Maitê é o Leo, um homem lindo que trabalha praticamente ao seu lado. Mas Leo é um típico cafajeste que só quer uma noite e nada de compromissos, só que ela sempre cai na lábia dele e ainda fica animada achando que as dicas dos livros estão dando certo (tadinha!). Ela tem duas amigas que tentam colocar algum juízo na cabecinha dela mas por mais que elas falem, Maitê sempre corre para os braços (ou melhor, cama) do Leo.

Quando Maitê vê suas amigas se casando e engravidando, ela pira de vez. Entra em cursos esquisitos, compra mais livros e segue com o plano de conquistar o Leo. Além das trapalhadas de Maitê, acompanhamos os dramas de sua família (a mãe dela é a rainha do drama!!!) e a rotina do trabalho, que vai ficando cada vez mais interessante.
Minha impressão
Eu me diverti muito com esse livro, dei várias risadas, praticamente passei a leitura rindo. A Maitê é doidinha e quando ela começa a colocar em prática as dicas dos livros, ela fica ainda mais engraçada. A garota só pensa no Leo, tudo o que ela quer é conquistá-lo e casar com ele. Acontece que o tal Leo, não quer nada com ela e nem mesmo a leva para jantar ou fazer qualquer programação, o único lugar para onde ele a leva é da casa dela para o motel! que raiva que me dava dele e ainda mais raiva dela por cair na conversinha dele. 

Eu gostei muito dos personagens secundários, todos são muito bem construídos e desenvolvem importantes papéis na trama. O mais engraçado de toda a história é a Maitê tentando se encontrar no meio das dicas, ela começa a usar uma, depois outra e quando percebe já está misturando tudo. Ela acha que as dicas estão funcionando e fica cada vez mais empolgada, mas a verdade é que o Leo só a quer para uma diversão, quando ela percebe isso diz que vai esquecê-lo. Mas ela bancando a difícil é ainda mais engraçado por que a verdade é que só quer deixar o cara impressionado, ela leu que os homens ainda se comportam como os homens das cavernas, só comem o que caçam.

É um livro muito divertido e as risadas estão garantidas, mas achei que faltou um pouco mais de amor próprio por parte dela, Maitê precisava mesmo era se valorizar mais. Na minha opinião, a intenção da autora foi justamente essa. trazer através do bom humor algumas reflexões. A capa é muito bonita, uma fofura que só! as folhas são amareladas, as letras em bom tamanho para a leitura e os capítulos não são longos. 

Minha nota para o livro

Nenhum comentário:

Postar um comentário