O Sonho (Clarice Lispector)

19 de janeiro de 2018


O Sonho
Sonhe com aquilo que você quer ser,
porque você possui apenas uma vida
e nela só se tem uma chance
de fazer aquilo que quer.

Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.

As pessoas mais felizes não tem as melhores coisas.
Elas sabem fazer o melhor das oportunidades
que aparecem em seus caminhos.

A felicidade aparece para aqueles que choram.
Para aqueles que se machucam
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem
a importância das pessoas que passaram por suas vidas.
(Clarice Lispector)

15 comentários:

  1. Ah! Esse poema! Eu já o li algumas vezes na vida, mas ele sempre tem o mesmo impacto. Não é atoa que Clarice Lispector é tão aclamada, não é mesmo? Amo esse poema, essa reflexão, esse ensinamento!

    ResponderExcluir
  2. Lindo né! Clarice mesmo dentro de uma introspeção beirando a depressão, nos deleita! Amei! Bjs

    ResponderExcluir
  3. Lindo esse poema da Clarice, não conhecia e achei maravilhoso! É interessante como as palavras ressoam dentro da gente.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Os poemas da Clarice são lindos, sempre me emociono com eles.

    Beijinhos,
    http://livroseimaginacoes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oie, tudo bem?
    A Clarice realmente é a rainha das palavras, não?
    Lindo poema, nos faz pensar.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem? A Clarice sempre arrasa, né?! Hahaha. Amei esse poema dela, assim como todos os outros. Obrigada por compartilhar com a gente!

    Beijos,
    https://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Tudo que Clarice escreve é lindo e atemporal, não é mesmo? Até eu que não sou muito de ler poesia me maravilho com seus escritos.
    Beijos!
    Meio Wandinha

    ResponderExcluir
  8. Gosteri muito do poema, principalmente o trecho :

    As pessoas mais felizes não tem as melhores coisas.
    Elas sabem fazer o melhor das oportunidades
    que aparecem em seus caminhos.

    Sem dúvida tocante em cada linha. Não conhecia, mas me apaixonei.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Que delicinha ler isso! As vezes a gente tá cansada com as coisas do dia a dia, cheia de coisas pra fazer e sem ânimo algum, aí vem uma postagem como essa e muda completamente o nosso ânimo, é quase uma injeção. Adorei.

    ResponderExcluir
  10. Olá, adorei o poema escolhido, ele retrata muito bem o que precisamos para termos uma vida feliz *-*

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem? Conheço quase nada da poesia da Clarice, mas achei que esse poema se casou perfeitamente com o tipo de coisa que eu deveria ler no momento, sabe? O momento certo, algo assim. Ando pensando que, na verdade, a gente não tem uma só vida, temos muitas vidas dentro de uma, porque, se a gente for perceber, nós mudamos a todo momento e, muitas vezes, algumas coisas parecem ter acontecido em outra vida, mas o que aconteceu mesmo é que a gente mudou e aprendeu com os erros e acertos. Gostei muito desse verso: "As pessoas mais felizes não tem as melhores coisas". Concordo bastante. Acho que a gente tá tão mergulhado em ter sempre mais, as melhores coisas, que acabamos percebendo que a nossa felicidade não está nelas. A gente esquece de ser enquanto quer muito ter, né. Uma pena.
    Adorei muito, muito, muito o poema, muito obrigada por trazê-lo à minha vida! <3

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Aaah que texto lindoo! Clarisse arrasa sempre haha. Realmente devemos correr atrás dos nossos sonhos, pois sem eles seríamos apenas vazios, sem esperança e perspectiva. Bjss!

    ResponderExcluir
  13. Clarice é maravilhosa, sempre me sinto reflexiva com seus textos...
    que bela surpresa encontrar algo dela por aqui. <3
    bjs...

    ResponderExcluir
  14. Olá, não conhecia esse texto da Clarice. Você poderia, por favor me dizer em qual dos livros dela ele aparece? Já procurei essa informação em vários lugares e não encontro. Obrigada desde já.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não encontrei em nenhum livro dela. E também não reconheci traços da escrita dela no poema. Muito diferente.

      Excluir