3 de março de 2016

[Resenha] Poder

Título: Poder (livro 03) - Saga Encantadas
Autor: Sarah Pinborough
Editora: Única
Páginas: 224
Ano: 2014
Skoob: Adicione



Terceiro volume da Saga Encantas, Poder nos mostra como tudo começou. Uma rainha furou seu dedo em um fuso e durante cem anos gotas de sangue pingavam de seu dedo enquanto ela dormia profundamente. Porquê alguém desejaria que uma mulher tão bela morresse lentamente até que a última gota do seu sangue caísse? Nessa releitura de A Bela Adormecida podemos ver uma história terrível por traz da linda Bela. A trama ainda passa por outros contos clássicos e interliga as histórias de maneira surpreendente.
Não contém spoiler dos livros anteriores

Em um reino qualquer, um rei e uma rainha estão preocupados com o filho. O príncipe não é responsável, passa as noites em farras e durante o dia não cumpre com suas obrigações, parte disso é por ser muito mimado. O rei decide enviá-lo para uma aventura, conhecer o mundo do lado de fora talvez o ajude a amadurecer. Existe uma lenda de um reino perdido, há cerca de cem anos ele foi cercado por uma floresta e desde então nada saiu ou entrou lá, pois a floresta é encantada e afasta qualquer um que se aproxime. Para resgatar o reino, o príncipe aceita a sua missão.

Como ele é inexperiente o rei resolve chamar um caçador conhecido na região, o melhor caçador. O homem não gosta do trabalho de ser vigia de um príncipe fanfarrão mas a ordem do rei foi muito clara, se ele voltar sozinho não vai gostar do que vai acontecer, então o caçador tem que livrar o príncipe de qualquer perigo e ainda não deixar que o mesmo perceba, pois o rei quer que o filho pense que está fazendo as coisas sozinho e que a companhia do caçador é apenas por ele conhecer a floresta melhor do que qualquer pessoa.
Na floresta Petra vive com sua avó, algumas noites a jovem escuta um uivo vindo de dentro da floresta mágica, uma grande parede que impede qualquer passagem para dentro ou para fora. Ela sente como se esse uivo fosse um chamado e fica atraída por ele. Certo dia, ao retornar para sua casa, encontrou um lobo atacando sua avó e percebeu que dois homens apareceram para ajudar, já estavam na cabana quando ela atirou uma flecha e matou o animal. Os homens eram o príncipe e o caçador. Eles lhe contaram sobre a missão e ela disse que conhecia a floresta mágica, mas que gostaria de ir junto para atender ao seu próprio chamado. Os três partiram para uma tragédia sem precedentes, Petra foi com sua capa vermelha... isso mesmo, Petra é a Chapeuzinho Vermelho.
Com muita dificuldade eles conseguiram invadir a parede e adentraram o reino, o cenário que encontraram foi no mínimo estranho. Não havia qualquer forma de vida acordada, todos dormiam, pessoas, animais e plantas. Ao vasculharem o castelo eles encontraram uma rainha deitada na cama com o dedo ferido, o braço caído para fora da cama permitia que o sangue caísse lentamente e, gota a gota, a linda mulher morria. O príncipe se viu atraído por ela, como se fosse amor à primeira vista. O caçador imediatamente fez um curativo e ao mesmo tempo o príncipe beijava a jovem. Em segundos ela acordou, não só ela, todo o reino acordou como se nada tivesse acontecido.

Ao abrir os olhos a rainha fala que seu tio foi o responsável, ele havia lhe dado um fuso encantado para matá-la. Com a vida de volta ao normal, os três viajantes ficaram para uma celebração. Mas algo acontecia de muito ruim naquele reino e logo eles entenderiam a terrível realidade que os cercava. Quando o reino acordou, a fera também despertou e sua aparição estava próxima de acontecer, uma criatura maligna que somente se sacia com sangue, comete atrocidades, atos bárbaros que dão medo em quem quer que presencie ou apenas escute os rumores. 
Minha impressão
Nessa trama esplêndida muitas histórias estão conectadas e logo entendemos a ligação entre elas, em Poder nós vemos o fechamento de uma trilogia, mas na verdade a história que acompanhamos foi o que deu início aos acontecimentos dos volumes anteriores (Veneno e Feitiço). As perguntas que fazemos no decorrer da saga são respondidas nesse volume. Com cenas impactantes, o enredo é desenvolvido magistralmente e o leitor fica ávido para chegar ao final e ter a conclusão de uma saga que recriou contos clássicos e nos apresentou histórias inesperadas.

A história de Bela começa muito antes de seu nascimento, tudo começa com o relacionamento de seus pais (sinto-me tentada a dizer de quem ela é filha mas vou me segurar para não estragar a surpresa), um relacionamento proibido que trouxe consequências irreparáveis. 

A trama passa por outros clássicos como Chapeuzinho Vermelho e Rapunzel, ainda tem outros dois contos que estão enraizados nesse livro mas se eu revelar quais são será um baita spoiler, se você leu a resenha eu escrevi algumas "deixas" e se eu mencioná-los qualquer um que conheça contos de fada vai saber e talvez entender o mistério envolvendo a rainha adormecida. Só posso dizer que todos esses contos foram surpreendentemente unidos para chegar em um final incrível. Só percebi que ficou uma ponta solta e me incomodou por eu querer saber o que aconteceria, mas acho que essa foi a intenção da autora, deixar para que o leitor dê asas na própria imaginação e eu não me refiro ao final desse livro já que ele traz o começo das outras. 

Veja a resenha de todos os livros da série:

Minha nota para o livro

Nenhum comentário:

Postar um comentário