1 de março de 2016

[Resenha] Anjos à Mesa

Título: Anjos à Mesa
Autor: Debbie Macomber
Editora: Novo Conceito
Páginas: 224
Ano: 2013
Skoob: Adicione



Quatro anjos estão trabalhando na véspera do Ano Novo, o aprendiz percebe dois jovens solitários e acaba dando uma ajudinha para que eles se encontrem. Então os dois "acidentalmente" se esbarram e logo surge um interesse entre eles. Mas um acontecimento durante a semana acabou os afastando e eles perderam-se. Um ano depois os quatro anjos atrapalhados estão dispostos a juntar o casal, mas nem sempre as coisas acontecerão da maneira como eles planejaram.
Lucie Ferrara é uma mulher que só pensa no trabalho, sua mãe incentiva que ela relaxe um pouco, ela é jovem e bonita, deveria aproveitar melhor seu tempo. Está prestes a montar seu próprio restaurante tendo a mãe como sócia e sua semana está uma correria. Na véspera do ano novo ela resolve se dar uma folga e vai com as amigas na Times Square, mas passado algum tempo elas acabam se perdendo.

Aren Fairchild é um escritor que acabou de conseguir o emprego de colunista em um importante jornal. Saiu de um relacionamento sofrido e não estava procurando um novo amor. A sua irmã se divorciou e estava precisando sair um pouco, então ele a acompanhou na Timas Square, também se perdeu dela após alguns instantes.
No mesmo dia, quatro anjos desceram à Terra. Três tutoras e um aprendiz, a intenção era mostrar ao Will (o aprendiz) como é a vida dos humanos e as rotinas. Os anjos são Embaixadores da Oração e trabalham para realizar os pedidos feitos nas orações. Os anjos são muito atrapalhados e sempre que descem na Terra cometem algum deslize. 

Will estava deslumbrado com o mundo dos humanos e com a agitação da véspera do ano novo. Até que ele avistou dois jovens solitários e estranhou, todos os outros estavam acompanhados mas aqueles dois estavam tão sozinhos e pareciam tristes, então ele resolveu dar um empurrãozinho e unir os dois.
Naquele instante, "acidentalmente" Lucie e Aren se esbarram. Após os pedidos de desculpas eles se descobrem interessados um pelo outro e se beijam. Eles passam a noite em uma lanchonete e percebem o quanto se dão bem e que, por mais estranho que possa parecer, estão apaixonados. Mas a hora avança e Lucie precisa ir trabalhar. Eles ficam de se encontrar uma semana depois para dar um rumo ao futuro, Lucie não garante que vai pois, nesse momento, ela não tem tempo para um relacionamento. Aren diz que vai esperá-la e está certo que que a bela jovem irá.

No dia marcado um acidente impede Lucie de ir e eles perderam o contato. Um ano se passou e nenhum dos dois tirou o outro da cabeça, no decorrer do ano Lucia procurava o nome dele no jornal que ele era colunista mas nunca encontrou. Agora, Lucie está com seu restaurante indo muito bem e tem reconhecimento. Aren de fato trabalha como colunista no jornal, mas com outro nome (regra da empresa), ele faz resenhas de restaurantes e em uma noite vai até o restaurante de Lucie sem saber que ela é a Chef

Durante o ano, os anjos também não esqueceram o casal. Segundo Gabriel (o líder), Lucie e Aren realmente deveriam se encontrar mas não no tempo em que Will os juntou, mas sim agora. Deveriam se conhecer nessa noite em que Aren vai resenhar o restaurante de Lucie. Sabendo disso, os anjos se dispõe a ajudá-los, mas como são muito atrapalhados, ao invés de ajudar eles acabam atrapalhando. Será que no final das contas o amor vai falar mais alto e o casal vai ficar junto? Os anjos vão contar com isso enquanto planejam um verdeiro milagre de Natal.
Minha impressão
É um livro divertido e com um romance bem leve. Só que eu esperava mais! o fato dos anjos serem muito atrapalhados me irritou um pouco, nem pareciam anjos de tantas besteiras que faziam. A intenção deles até que era boa, mas eram muito ingênuos e durante a leitura eles não me convenceram, nem mesmo o Gabriel (o Arcanjo Gabriel), certas atitudes chegaram a ser infantis.

Já o romance entre Lucie e Aren valeu a pena, uma história muito bonitinha e que gostei muito de ler. Torci para que ficassem juntos e conforme o livro ia chegando ao fim, eu torcia ainda mais. O romance deles além de contar com as trapalhadas dos anjos (deveria ser para ajudar, mas só fazem atrapalhar), conta com um segredo recente e que quando é descoberto cria um impasse entre eles, não dá para falar muito mas é um dos momentos do livro que eu mais me interessei. Queria saber se eles resolveriam essa situação e como a resolveriam.

Também quero falar sobre a mãe da Lucie e a irmã do Aren, duas personagens que serviam de conselheiras para os dois e os ajudaram bastante, gostei muito delas. O livro é gostoso de ler e se não fosse pela ingenuidade dos anjos e suas trapalhadas, eu teria gostado muito mais. A história é cativante e dá para ler bem rapidinho. Indico o livro como um leve passatempo, para ler após uma ressaca literária, para um momento de descontração.

Minha nota para o livro

Nenhum comentário:

Postar um comentário