13 de março de 2016

[Resenha] O Filho do Drácula

Título: O Filho do Dráculo
Autor: Gabriel Sidney
Editora: Autor Independente
Páginas: 104
Ano: 2015
Skoob: Adicione



Uma leitura leve e divertida, com os dramas e as rotinas de adolescentes normais, mas Jack não é normal... ele é um vampiro e ainda por cima é filho do Drácula. Após matricular-se em um colégio, Jack vai descobrir o motivo de seus pais o terem isolado por tantos anos, o perigo está mais perto do que imagina.
"Jack não queria ser como Drácula, beber sangue do pescoço da vítima, pelo contrário, ele nunca desejou fazer isso. Muito menos com a vítima indefesa."
Apesar de ser filho do tão famoso e temido Drácula, Jack nunca quis ser um vampiro e por vezes desejou ser um humano. Seus pais sempre deixaram Jack isolado dos homens, tinham um segredo que não revelaram ao filho mas temiam por sua segurança. O jovem sentia um certo amor pelos humanos e não gostava da maneira como os pais os tratavam. De tanto insistir, conseguiu autorização para estudar e matriculou-se em um colégio.
Para conseguir chegar na escola sem sofrer as consequências de se expor ao sol, ele usava boné, óculos escuros e casaco, somente ao chegar em um local de sombra é que ele retirava tudo. Todos estranhavam, mas ele dizia ter um problema de pele e que o contato com o sol lhe fazia mal. Suas atividades no colégio eram normais, ele tinha um amigo chamado Thomas e uma paixonite Emily, uma garota que já tinha namorado.

Um dia, o professor avisou que deveriam fazer um trabalho em dupla e que a escolha das duplas seria livre. O namorado da Emily resolveu fazer par com outra menina e Jack, percebendo uma chance, a chamou para fazer o trabalho com ele e Emily logo aceitou. Acontece que o namorado dela não gostou e foi tirar satisfações com Jack. Um incidente acontece e Drácula foi chamado para conversar com o diretor (claro que ninguém sabia sua verdadeira identidade).
A partir daí as coisas se estreitam, Drácula percebe que o perigo está bem próximo e tenta alertar o filho. Anos atrás, os vampiros foram caçados e massacrados, chegaram a perder metade de sua população. Quando os humanos descobriram sobre essas criaturas, organizaram um grupo chamado de caçadores de vampiros e até hoje eles continuam com o trabalho. Um desses caçadores já é conhecido de Drácula e o poderoso vampiro o reconheceu no colégio. Agora ele precisará lutar para defender a sua família e, por ironia do destino, salvar a vida dos amigos de Jack (humanos).
Minha impressão
É um infanto-juvenil leve e divertido. Gabriel Sidney usa uma linguagem moderna e deixa a história com um ar bem jovem mesmo. Os personagens são adolescentes com todos os dramas que a idade lhes proporciona, como provas e trabalhos escolares, o mal que o peso da mochila pode causar na coluna, a dificuldade para se relacionar com outros jovens, amor não correspondido... sabemos que os adolescentes são cheios de dramas kkk (quem nunca passou por isso?).

A diagramação está muito boa, as letras possuem um bom tamanho e as folhas são amareladas. Os capítulos não são longos e a narrativa é ágil, facilitando a leitura. Não é um livro cheio de ação ou reviravoltas, mas possui uma história bem agradável e é possível terminar a leitura em poucas horas. É um bom livro e que me agradou bastante, sua trama é voltada para o público adolescente mas não se restringe apenas nessa faixa etária. 

Minha nota para o livro

Nenhum comentário:

Postar um comentário