8 de março de 2016

[Resenha] O Céu é Logo Ali

Título: O Céu é Logo Ali
Autor: Lilian Farias
Editora: Editora Divas
Páginas: 115
Ano: 2015 (Terceira Edição)
Skoob: Adicione



Com uma linguagem bela, Lilian Farias nos traz uma mensagem linda ao nos apresentar duas mulheres diferentes mas com um sonho em comum, liberdade.
"Quem criou as gaiolas vendeu a própria alma, quem se submete a uma gaiola não possui alma."
Dolores é uma mulher no auge de seus 30 anos. Trabalha em um bar, é solitária e tem a auto-estima muito baixa. Contenta-se com simples prazeres da vida como as gostas da chuva ao tocar-lhe o corpo, o som da música que invade a alma, gosta de filmes e novelas, fica ansiosa com os romances fictícios e até mesmo aflita, Dolores é uma mulher simples.

Clarice cresceu em uma boa família, sempre foi estudiosa e muito inteligente. Linda, por onde passava era notada. Fez questão de viver intensamente e sem se importar com opiniões alheias. Namoradeira, soube curtir sua vida e aproveitar o máximo cada segundo de seus dias. Conheceu Luiz e apaixonaram-se. Clarice era desinibida e se entregava aos seus desejos sem se importar para nada, admirava seu corpo cheio de curvas e vivia com certas futilidades. Tudo ia muito bem para ela, até que um acidente muda completamente a sua vida.
"A vida foi traiçoeira, encheu de armadilhas o caminho, ela sem saber do perigo gozou de cada um. O preço foi um fardo insuportável."
Duas mulheres com vidas e costumes diferentes mas que sentiram a necessidade de uma mudança. Dolores decidiu mudar e extravasar, deixou para trás anos de frustrações e resolveu tornar-se uma nova mulher. Passou a se arrumar mais, comprou roupas novas e se permitiu viver uma história de amor, uma loucura que foi ganhando espaço em seus pensamentos e tornou-se real para ela, Dolores começou a se sentir viva.

Para Clarice a história foi diferente, com o acidente tudo lhe foi tirado e agora vivia amargurada com o sofrimento latejando em seu peito, sentia-se sufocada. Com o passar dos anos, depois de muito sofrimento, Clarice sonhava com o dia que entraria em seu casulo e alcançaria seu voo, nascendo para uma nova vida, longe de sofrimentos e entregando-se à liberdade que tanto almejou.
Duas mulheres que escondem o passado, o presente e o futuro de muitas outras. Dolores e Clarice trazem histórias diferentes  e nos mostram que é preciso sair do casulo, abrir as asas e dar o primeiro voo.
Minha impressão
Um livro lindo, com uma linguagem poética encantadora e com muita filosofia. Sinto-me agradecida por ter conhecido essa obra, as palavras de Lilian invadiram minha alma. Dolores e Clarice são personagens fictícias mas são muito reais, sentimentos, desejos e prazeres, o que vemos nessas duas mulheres é a transformação. Enquanto acompanhamos suas lutas e suas mudanças, podemos ver nessas personagens nossa própria luta e nossa própria história.

Me faltam palavras para elogiar essa obra, um livro que merece ser lido por todas as mulheres, às vezes a maior libertação é libertar-se de si mesmo. Não pude falar muito pois a leitura é incrível e a surpresa ao ler cada página é essencial, espero que com minhas palavras eu tenha conseguido expressar o quanto me encantei e o quanto essas histórias me tocaram. 

Hoje é dia 8 de Março de 2016, Dia Internacional da Mulher, digo que não poderia ter feito uma leitura melhor nessa data. O Céu é Logo Ali é um livro maravilhoso e com mensagens lindas. Entrou para a minha lista de favoritos. 

Minha nota para o livro

Nenhum comentário:

Postar um comentário