27 de fevereiro de 2016

[Resenha] Montanha da Lua

Título: Montanha da Lua
Autor: Mari Scotti
Editora: Amazon
Páginas: 251
Ano: 2015
Skoob: Adicione



Uma maldição assola a família Hallinson, segundo a lenda, suas esposas morrem no primeiro ano de casamento. Octávio não suportaria ter outra perda em sua vida e com isso isola-se de todos. Mical é uma jovem forte e decidida, que não tem pretensões de se casar, mas sua família quer lhe arranjar um casamento. Após um acontecimento aos pés da Montanha da Lua, o destino deles se cruza, tornando o futuro de ambos incerto.

Mical Baudelaire Nashgan perdeu seus pais e precisou ir morar com seus tios. Sua tia sempre foi mais rude e impunha as regras para que Mical as aceitasse, já seu tio era o posto, sempre maleável e ouvia as opiniões da sobrinha. Mical, apesar de jovem, era considerada de idade avançada para o casamento e seus tios (mais precisamente sua tia) procuravam um marido que a aceitasse. No entanto, Mical não queria se casar e dizia que caso o fizesse (e quando o fizesse) seria apenas por amor, seus pais lhe deixaram uma boa herança e ela não dependeria da fortuna de homem nenhum para sobreviver. Sua posição perante a sociedade tratava de afastar os pretendentes e assim ela conseguia manter sua vontade de não se casar.
"Sempre fui uma mulher resistente. Precisei amadurecer após a perda dos meus pais, pois meus tutores aceitavam-me, mas não me tratavam como um de seus filhos. Fui rejeitada boa parte da minha infância e, na adolescência, que me tornaria uma adulta independente."
Certa vez, enquanto voltava da casa de uma amiga, ela resolveu cortar caminho pela floresta (um erro! ou teria sido uma ajuda do destino?) e foi surpreendida ao perceber que estava sendo seguida. Fugiu o quanto pode mas seu pé prendeu em um ramo e a fez cair bruscamente, batendo com a cabeça e abrindo um ferimento, Mical desmaiou logo em seguida.

Ao acordar, estava em um lugar diferente e com um homem a vigiando, ao perceber que ela havia acordado e que estava bem, o homem a deixou sozinha. Ela temeu que o homem quisesse abusar dela, mas logo seu medo passou pois o homem lhe explicou que não era um sequestrador e sim que a estava ajudando. Ela estava seria atacada por um urso quando ele apareceu para ajudá-la, mas ela caiu, machucou-se e desmaiou, então ele a levou para sua casa para tratar de seus ferimentos.
"Acha que a sequestrei? - Rugiu. Fiz que sim,mantendo a faca bem firma na minha mão direita. - Não sabe o quanto está enganada, senhorita. Jamais faria isto. Terá de acreditar na minha palavra."
O homem que a salvou é Octávio Hallison Segundo, um homem muito rigoroso que se mantém afastado das pessoas. Um grande mal o persegue, a maldição está em sua família há seculos e é passada de geração em geração. Cada herdeiro Hallison, ao se casar, perde sua mulher no primeiro ano de casamento e Octávio já sofrera uma perda, não estava disposto a sofrer novamente e por isso ele se isola.

Ao encontrar com a bela Mical ele decide ajudar e o que chama a atenção dele é justamente o jeito diferente de Mical, a jovem que não tem nada de mocinha indefesa, é uma mulher cheia de atitudes e sabe se impor. Esse encontro mexeu não apenas com o coração de Octávio, mas Mical também ficou abalada, interessando-se pelo homem que a protegeu e cuidou dela sem pedir nada em troca. Octávio se vê completamente apaixonado por Mical mas teme a sua morte. Então, ele trava uma batalha dentro de si, o que deveria fazer? entregar-se ao amor verdadeiro ou afastar-se para o bem dela?
Minha impressão
Um livro apaixonante e que me cativou com seu enredo. É um romance de época muito gostoso de se ler, que conta com toques de mistério e cenas hot que Mari Scotti escreve maravilhosamente. Eu sou fã da autora e acho a escrita dela muito agradável, de forma que a leitura flui muito bem, em Montanha da Lua é possível ver a marca da Mari na escrita, mas em um gênero completamente diferente de seus outros livros.

Mari me surpreendeu ao escrever tão bem um romance de época, estou acostumada com os livros sobrenaturais da autora e Montanha da Lua foi uma doce surpresa. A trama é instigante até o fim, o enredo é maravilhoso e os personagens são encantadores, até mesmo a tia da Mical com seu jeito rude.O motivo de tanta amargura é explicado e percebemos o quanto essa mulher sofreu mas além disso, percebemos suas frustrações e a dor de ter sido privada de algo que deveria ser sua única alegria.

Eu gostei muito desse livro mas tiveram momentos em que eu fiquei com muita da raiva, claro que esses momentos só server para abrilhantar ainda mais a obra.

O livro está disponível na Amazon, clique aqui para comprar ou leia de graça com o Kindle Unlimited.

Minha nota para o livro

Nenhum comentário:

Postar um comentário