[Resenha] Raro (Poemas de Eros)

7 de dezembro de 2018

Titulo: Raro (Poemas de Eros)
Autor: William Soares dos Santos
Editora: Urutau
Páginas: 104
Ano: 2018
Adicione ao Skoob
*Cortesia da Oasys  Cultural
Sinopse: Se as páginas pudessem ser de pele, não seria preciso descobrir porque goza o poema. Toda especulação em torno da relação entre arte e prazer teria seu fim se nos livros pudéssemos sentir textura e calor de um corpo que escreve em si. No lugar de palavras, braços, pernas abertas, cruzadas, fechadas, que vão saindo obra afora e se confundindo também com o corpo do leitor — alvo da relação que se insinua. No lugar da revelação de um sentido, a produção de uma interminável cadeia de sensações faria o poema acontecer; leitor e poeta exaustos afinal.
Engana-se quem pensa que enquanto lê não está gozando junto, procurando uma posição mais confortável para encontrar seu prazer, mesmo que não exista conforto nenhum no sexual de que é feita a arte. Raro é esse momento da entrega ao desejo do corpo, assim como é rara a manifestação irrefreável do desejo poético. As páginas desse livro não são de pele em sua realidade material, mas a maestria com que o poeta oferece seus versos como partes de corpos inebriados de prazer, faz-nos pensar que sim. A raridade está nas mãos de William Soares dos Santos e na poesia que evoca ao tocar tantas silhuetas, enquanto produz sua arte e transforma em obra-prima um organismo que não para de se contorcer, agora do lado de cá, pronto para entrar em nós e nos deixar, também, desejar a sua entrada. Morgana Rech
Resenha
Contemplação
Sentir a tua mão
é como
espantar desertos,
enquanto
mensuras
o tamanho
de meu corpo
dentro do teu
ao te perder
na contemplação
infinita
do meu
olhar.
(Página 31)

Segundo a mitologia grega, Eros é o deus do amor e do erotismo; na mitologia romana é o Cupido. William Soares dos Santos traz em sua obra poemas repletos de erotismo e paixão, uma paixão desenfreada e ardente, que queima-nos de dentro para fora e não se pode conter. O título deste livro não poderia ser diferente!
São poemas que desnudam a alma e revelam o mais íntimo do ser, palavras que dançam diante de nossos olhos em um ritmo próprio e envolvente, exalando sensualidade e nos convidando a desfrutar da leitura sofregamente.

A obra está dividida em quatro livros mais a apresentação e referências bibliográficas.
  • Livro I – Raro
  • Livro II – Releituras erotizadas 
  • Livro III - Algumas histórias 
  • Livro IV – Poemas breves
No segundo livro, como é de se esperar, temos releituras eróticas de poemas já consagrados, vou deixar aqui embaixo um deles como exemplo. No terceiro livro são histórias de casais famosos (como Eros e Psique, Dante e Beatriz e Romeu e Julieta) nos quais o poeta traz um olhar totalmente novo, embora se mantenha fiel a elas.

Releitura de "autopsicografia" (Fernando Pessoa)
O amante é um fingidor
e finge tão perfeitamente 
que chega a fingir que é gozo
o gozo que deveras sente.

E os que com ele gozam
no gozo tido sentem bem
não com o palpitar que ele teve
só com tremular que eles não têm.

E assim nas camas que
engoda a desfigurar a razão
engana o corpo e a mente
ao se aproveitar do alheio tesão.
(Página 71)
Minha impressão
Eu gosto muito de poesias, mas esse livro me trouxe uma nova experiência, foi a primeira vez que li um livro inteiro só de poemas eróticos. Estou acostumada a ler livros hot e já li também um ou outro poema erótico, mas uma obra só com eles foi uma surpresa que gostei bastante. Para quem gosta de poesia é um livro que certamente vai agradar.

O que eu mais gostei foi o terceiro livro, quando vi que ele traz poemas inspirados em casais famosos eu adorei a proposta. E não poderia faltar Eros e Psique, vocês conhecem? É uma linda e profunda história de amor, cheia de reviravoltas e traições. Enquanto Eros é o deus do amor e do erotismo, Pisque é a representação da alma, juntos eles têm uma filha chamada Hedonê (a deusa do prazer). Enfim, quem não conhece ainda dá uma pesquisada, vale a pena a leitura. E para quem já conhece, o poema que William Soares dos Santos nos traz sobre este casal é formidável. 

Minha nota para o livro

16 comentários:

  1. Eu sou apaixonada por poesia! Adorei o livro. Já quero o meu! Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  2. Esse livro parece ser irresistíveis, gosto de livros mais hot, mas confesso que nunca li poesia erótica, fiquei muito interessada no livro.
    Parabéns pela resenha 👏

    ResponderExcluir
  3. Gosto muito de poemas o poema nos faz viajar pelas palavras, que bom que você gostou do livro, eu quando estudava lia muitas poesias, fiquei bastante curiosa pelo livro, esse livro é daqueles que deixa o leitor bem atento a leitura do livro, gostei muito da sua indicação de livro bjs.

    ResponderExcluir
  4. Que incrível, também nunca li um livro apenas de contos e poemas eróticos, esse parece ser muito bem escrito

    ResponderExcluir
  5. Oi, Beatriz, tudo bem? Achei a união dos temas bem peculiar e o modo como o autor os tramou também. Não leria no momento, especialmente por ela é escrita a partir da visão de um homem, mas adorei a capa e me chamou atenção. Achei legal você contar essa história da mitologia, eu não a conhecia. Obrigada pela dica! :)

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Eu nunca li esse livro, parece mto bom, n sou acostumada a ler poesias e sim faze-las. Vou procurar, beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi
    Não sou fã de poemas, mas foquei curiosa por que sou fã da mitologia e Eros é um dos meus deuses favoritos. Nunca li um livro de poemas voltado somente para o erotismo e isso me chamou muita atenção. A dica já está anotada ♥

    ResponderExcluir
  8. Eu adoro poesias, mas ainda não conhecia o William Soares. A construção do livro é bem interessante. Também já li poemas eróticos, mas não algo que pairasse inteiramente nessa atmosfera. Muito boa a resenha.

    ResponderExcluir
  9. Eu também adoro livros de poesias, mas esse realmente parece ter algo de especial. Adorei saber mais sobre o desenvolvimento do livro. É a primeira resenha que leio dessa obra e fiquei encantada, quero muito conhecer a escrita do autor.
    beijos

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia Psique, irei pesquisar!! Não lembro de ter lido poemas hot, mas essa sinopse já me deixou bem curiosa. A sua impressão reforçou ainda mais a minha curiosidade.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Lindo e informativo o post. Parabéns.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi, Bia.
    Que bacana que curte poesia.
    Eu já fui mais fã na época da minha adolescência, mas hoje sou viciada mesmo em romance, de qualquer tipo! Rs... Poesia não tem feito a minha cabeça não! Rs...
    Mas fiquei feliz por ter encontrado uma leitura tão boa para você!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Achei interessante a proposta do autor em se basear em casais famosos para suas poesias. Os elementos misturados, trazendo Eros e Psique também são bem interessantes, principalmente para quem curte entrar no mundo da psicologia.
    Deve ser uma leitura bem envolvente!
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  14. Olá,
    Não leio muitos poemas, então não sei se o livro seria para mim. Gostei de abordar Eros e coisas assim. Achei a capa bem diferente!

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  15. Fazia tempo que não lia poemas tão bons, e não via uma resenha de livro de poemas tão boa como essa. Adorei!

    ResponderExcluir
  16. Olá Beatriz!!!
    Eu gosto de poesias mais modernas e que renovem o que estou lendo.
    Admito que tenho uma queda pela história de Eros e claro cultura grega em geral.
    Amei a ideia do autor e o livro já está adicionado nos livros que quero ler futuramente.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir