[Resenha] Marionete

9 de setembro de 2019

Título: Marionete 
Autor: Daniel Cole
Editora: Arqueiro
Páginas: 352
Ano: 2019
Adicione ao Skoob
*Cortesia da editora
Sinopse: MARIONETE É A CONTINUAÇÃO DE BONECO DE PANO, QUE FOI ESCRITO ORIGINALMENTE COMO PILOTO PARA UMA SÉRIE DE TV. 
A excelente coadjuvante do livro Boneco de pano, a detetive Emily Baxter, é a protagonista desta continuação em busca de um serial killer. 
Muitos meses se passaram, mas a detetive Emily Baxter ainda lida com as cicatrizes do chocante caso Boneco de Pano e com o desaparecimento de seu amigo William Fawkes, o Wolf. 
Apesar da relutância em se envolver em outra investigação horrenda, ela é convocada para uma reunião com o FBI e a CIA, onde é surpreendida com fotografias macabras de um corpo retorcido em uma pose familiar, pendurado na ponte do Brooklyn, com a palavra "isca" entalhada no peito.
Logo em seguida, uma nova vítima surge em condições idênticas. Só que, dessa vez, o corpo do assassino também se encontra na cena do crime, com a palavra "marionete" entalhada no tórax. 
Quando a pressão da mídia e da opinião pública se intensifica, Baxter recebe a ordem de cruzar o Atlântico e ajudar na investigação. Enquanto as mortes se multiplicam tanto em Nova York quanto em Londres, a força-tarefa se vê impotente e Baxter precisa vencer o medo que a paralisou no último ano para impedir o sacrifício de mais vidas.
Leia a resenha de Boneco de Pano aqui
Resenha
Alguns meses se passaram desde o horrendo caso do Boneco de Pano e a detetive Emily Baxter ainda não se recuperou de todos os horrores que viu, de toda a crueldade que presenciou. Muitos imitadores do bonequeiro (o assassino) surgiram ao longo dos meses, mas nada comparado ao que Baxter está prestes a enfrentar! O que vai acontecer é ainda mais assustador, ainda mais cruel e trará de volta lembranças que a detetive gostaria de não ter.

Baxter precisa ir para os Estados Unidos ajudar a CIA e o FBI a solucionar uma série de assassinatos que de alguma maneira está ligada ao caso Boneco de Pano. Olhando superficialmente, poderia ser apenas mais um imitador, mas quando Baxter começa a ter mais informações ela entende que algo sombrio e doentio está acontecendo e que o responsável por tudo quer que ela esteja envolvida, ele a atrai cada vez mais para o centro do caos, cada vez mais perto... cada mais acessível.
A primeira vítima encontrada foi um homem cujo nome é igual a um amigo dela desaparecido e no corpo pendurado na ponte havia a palavra “isca” entalhada no peito. Na manhã seguinte o corpo do assassino foi encontrado afogado com a palavra “marionete”. E isso começou a se repetir. Uma vítima, a isca; Seu assassino comete suicídio, a marionete. O cenário que se forma é, além de tenebroso, extremamente intrigante! Como pegar um assassino que já está morto? Essa é a pergunta que eles se fazem.

É um caso enigmático, quem quer que esteja por trás das mortes é alguém muito inteligente e capaz de manipular uma pessoa ao ponto dela cometer um assassinato e depois se suicidar. Esse marionetista é audacioso e gosta de desafiar a polícia, as mortes parecem não ter quaisquer ligações, nem das “iscas” com as “marionetes” nem entre os incidentes. Aparentemente, uma pessoa qualquer - sem conhecimento de outros assassinatos - decide matar alguém de maneira aleatória e depois se matar.
A polícia tem dificuldade em traçar linhas de investigação, é um caso extremamente complexo, mas quando uma conexão surge os agentes e a detetive Baxter não poupam esforços e vão atrás de todas as pistas e suspeitos. E, assim como foi em Boneco de Pano, a mídia sensacionalista fica em cima e faz todo o seu teatro, instigando o público cada vez mais, que pressiona a polícia.

As mortes passam a ficar mais repugnantes e é preciso correr contra o tempo para impedir que mais vidas inocentes sejam perdidas. Quem está manipulando as marionetes planeja um grande ataque, a polícia precisa encontrá-lo logo ou será tarde demais.
Minha impressão
Um thriller para ninguém colocar defeito! Marionete é a tão aguardada continuação de Boneco de Pano e traz uma trama ainda mais viciante e com cenas muito mais chocantes e sangrentas. Dessa vez, um assassino ardiloso está manipulando pessoas para que elas cometam um assassinato e em seguida tirem as suas próprias vidas. A maior dificuldade do caso é identificar uma ligação, por menor que seja, entre os crimes e – assim – conseguir chegar à pessoa por trás de tudo.

Corpos com a palavra “isca” entalhada em seus peitos são encontrados, pouco depois seus assassinos se suicidam e seus corpos são encontrados com a palavra “marionete”.  A CIA e o FBI têm fortes razões para acreditar que esses crimes estão relacionados com o caso Boneco de Pano e por isso recrutam a detetive Baxter para ajudá-los. Em uma busca frenética pelo assassino, eles vão enfrentar situações complicadas e que exigem o máximo de atenção, os detalhes são importantes para chegarem à solução.

Aqui a protagonista é a Baxter e podemos conhecer um pouco mais sobre a sua personalidade, ela é inteligente e um pouco rude, mas é uma excelente profissional. Esse caso mexe muito com ela, traz à tona memórias que ela gostaria que continuassem enterradas.

Marionete é um livro impossível de largar até chegar ao final. Eu estava ansiosa para realizar essa leitura e as minhas expectativas foram superadas. Esse volume termina de uma maneira que nos deixa loucos para ler o próximo, ele tem um final, mas recebemos uma notícia bombástica e só nos resta esperar a continuação para ver o que vai acontecer. 

Minha nota para o livro

12 comentários:

  1. Bom dia! Tudo bem!?
    Eu estou bem curiosa a respeito desse livro, e mais ainda por ter visto algumas opiniões divergentes. Uns amaram, outros nem tanto.
    A princípio eu curti a premissa e estou querendo ler.

    ResponderExcluir
  2. Sobre esse livro em especifico eu ainda não tinha visto postagens e gostei de conhecer mais sobre a história, não sei se o leria agora, visto que thrillers não são muito minha praia rs mas admito que a premissa é isntigante

    ResponderExcluir
  3. Li as suas impressões sobre o livro no Instagram e já tinha ficado com vontade. Agora reli aqui pela resenha e a vontade só aumentou, hahaha. Uma pena que não seja livro único, o que me dá uma preguicinha de começar, mas vou me esforçar para ler o primeiro e depois esse.

    www.sonhandoatravesdepalavras.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oiii Bea

    Eu ainda tenho Boneco de Pano pra ler desse autor, mas pretendo conferir porque parece ser aquele tipo de thriller que vou querer devorar em minutos, até o final.Fiquei bem animada com essa resenha de Marionete, legal saber que a continuação tb vale a pena. Ambos já estão na minha meta de leitura.

    Beijos, Alice

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem Beatriz?

    Eu tenho aqui o livro "Boneco de pano" que é do mesmo autor e gostei bastante, mas ainda não li "Marionete" e pretendo ler assim que for possível. Gostei da sua resenha, fotos e impressões. É bom saber que a continuação vale a pena!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem? Não conheci o livro anterior e não é mais o meu tipo de leitura. Mas fiquei curiosa para saber sobre o desenrolar da trama. Fiquei com pena da detetive, deve ser bem ruim fazer parte da polícia e ter de lidar com traumas. Espero que ele reencontre o amigo (apesar de ter esperanças bem pequenas rs).

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Eu li Boneco de Pano e sinceramente não gostei muito. Entendo completamente o porque deste estar com outra protagonista (faz todo o sentido), mas por me lembrar do livro anterior não quero ler este no momento... quem sabe um dia né?

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia esse livro, mas confesso que nem Boneco de Pano despertou meu interesse. Eu quase não leio suspense, especialmente esses mais sangrentos. Pelo que percebi da sua resenha, esse parece ser ainda mais pesado que o anterior. Por esse motivo, não acredito que seja uma leitura que eu iria gostar.
    No entanto, adorei sua resenha e fico feliz que tenha gostado da leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá

    Eu nem sabia que Boneco de Pano tinha continuação haha. Agora pelo menos compro logo os dois juntos e me deleito em ambos, porque se tem um gênero que amo é suspense/thriller e esse autor parece ser bem promissor.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oii, nossa a premissa desse livro é sensacional, não li boneco de pano mais jpa anotei ambos na minha lista de desejados, adoro essa temática!

    ResponderExcluir
  11. nossa, morro de vontade de ler boneco de pano, mas ainda não tive a oportunidade. já ouvi falar muito bem dele e tenho certeza que vou amar
    marionete ja me deixou mais curiosa ainda e eu amei sua indicação.

    ResponderExcluir