9 de julho de 2018

[Resenha] Diário 2116

Título: Diário 2116 (Livro 01)
Autor: Bruno H. S.
Editora: Autografia
Páginas: 292
Ano: 2018
Adicione ao Skoob
*Cortesia da editora


Sinopse: No ano de 2016, o Comandante Thiago Leme Oliveira e seus esquadrões Alpha, Bravo, e Helix estavam no último dia de escoltamento de Steve e David, CEOs da empresa militar Atres, pelo Rio de Janeiro, na reta final, eles sofrem uma emboscada da qual conseguem escapar majestosamente, porém, em menor número e com menos armamento, acabam encurralados e a beira da morte do mesmo jeito. Estela, assistente dos CEOs, sem nenhuma escolha, dá a Thiago a mais nova arma da empresa: o Desintegrador. Naquele momento, para Thiago, novos aliados foram criados, inimigos desmascarados, mundos expandidos, ideologias renovadas e um caminho aberto. Um caminho na onde ele constantemente desafiaria a si mesmo, na onde iria cada vez mais longe para proteger aqueles que ama, aprenderia mais sobre o futuro a sua frente e o mais importante: que papel quer preencher nele. Seu primeiro passo na jornada centenária foi dado, resta saber qual será o último.

Resenha
"Foi a primeira vez na minha vida que puxei um gatilho e nada saiu da outra ponta, mas na minha ponta, perto do cabo da arma, saiu um pequeno fio que ao seu final tinha uma ponta triangular com um pequeno chip dentro, ele se enrolou no meu antebraço direito sangrando e a ponta triangular se apertou na junta com o bíceps."
Thiago está à frente de uma empresa que faz escoltamento de milionários e sua equipe é acostumada a fazer paradas imprevistas, então ninguém estranhou quando na missão da noite precisaram fazer paradas extras. O que eles ainda não sabiam, é que tudo mudaria dali em diante!

Um arma secreta e altamente perigosa foi desenvolvida com tecnologia de ponta, capaz de desintegrar o alvo em questão de segundos, ela não pode cair em mãos erradas. A equipe de Thiago foi designada para fazer a escolta dos responsáveis pela criação da arma, no entanto, nada sabiam sobre o equipamento que estavam transportando.
Mas algo saiu errado na missão e o grupo foi interceptado por bandidos fortemente armados, a equipe reagiu à altura e quando pensavam ter escapado as coisas ficaram ainda mais feias. Após um logo combate, Thiago se viu diante do conteúdo da maleta da qual transportavam e ficou surpreso ao descobrir que era uma arma, mas sua aparência era diferente de todas as outras que ele já havia visto.

Sem forças para continuar lutando, pegou a arma e - sem tempo para pensar - apertou o gatilho. A arma se envolveu em seu braço, parecia estar se conectando a ele. Sentiu uma dor profunda em seus músculos, o coração acelerou. E quando, finalmente, sentiu que era o momento certo para atirar, o fez. Desintegrando por completo o alvo.
"Não consegui falar nada, minha boca seca ajudava meu nariz a respirar, apenas abaixei a arma e ainda deitado no chão não sabia qual estava mais forte; meu batimento ou minha respiração. Só sabia que estava cheio de perguntas. O fio se desenrolou do meu braço e entrou novamente na arma (...)."
Thiago fica confuso pelo que aconteceu e quer respostas, as pessoas responsáveis pelo Desintegrador pedem sigilo e ele promete não contar a ninguém. Começam, então, a trabalhar em conjunto para explorar os limites da arma ao mesmo tempo em que tentam descobrir se há outras empresas com tecnologia para construir algo semelhante. O que pode ser muito arriscado.

Em meio às descobertas recentes, uma delas apunhala completamente Thiago. Uma emboscada armada por uma pessoa que ele jamais imaginaria ser capaz de tal ato, um inimigo mascarado entre os seus. Para confrontar esse vilão Thiago vai precisar arquitetar um plano que não pode ter falhas.
Minha impressão
Eu gostei bastante dessa leitura e achei a proposta do autor muito interessante. Essa premissa que traz uma tecnologia capaz de destruir o mundo como o conhecemos é um assunto que sempre me instiga, quando vi esse lançamento da Autografia eu logo fiquei curiosa.

A obra possui uma trama bem desenvolvida e com personagens longe de serem perfeitos, porém cativantes. O autor nos apresenta um enredo de fácil compreensão e com uma linguagem atual, os capítulos são longos, mas estão bem divididos e a leitura  não fica cansativa.

Diário 2116 é o primeiro volume de uma saga que fala sobre os próximos cem anos da humanidade e como essa nova tecnologia vai ser inserida no mundo, como as pessoas vão reagir a ela e quais serão as consequências nós ainda não sabemos, mas espero que os próximos volumes não tragam essas respostas.

Minha nota para o livro

18 comentários:

  1. Muito muito interessante, eu gostei muito de conferir sua opinião sério. Eu não conhecia esse livro, porque na verdade não faz meu tipo de leitura, então quem sabe futuramente eu mudando minha visão de leitura eu leia ele não é mesmo? Parabéns.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Ah! Que pena! Esse livro não faz muito meu estilo de leitura.
    Mas que bom que os personagens são bastante realistas, gosto de histórias em que os personagens são pessoas normais e agem como pessoas normais, que erram como todo mundo.
    Enfim, até a próxima! Beijinhos!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  3. Oie, tudo bom?
    Amei seu post, mas o enredo não me cativou... apesar da arte do livro estar lindíssima, e eu normalmente curtir livros que tenham essa coisa de ação e sci-fi, não fiquei curiosa sobre esse. Mas obrigada pela dica! ♥

    ResponderExcluir
  4. Oi Beatriz, este livro será uma de minhas próximas leituras, então não li muito da resenha, foquei mais na tua opinião. Será uma leitura nova para mim e espero gostar.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oiii Bia

    Acho que ja havia visto outra resenha desse livro, mas não estou segura...
    Eu gostei da premissa, é atual e intrigante.
    Apesar disso, não é um livro que me atrai de momento, apesar de curtir o gênero da ficção cientifica, aventuras. Quem sabe em uma próxima oportunidade... Acho que bons personagens, cativantes assim, são fundamentais pra ajudar o leitor a engrenar na trama, fico contente em saber que nessa primeira parte de saga o autor soube desenvolvê-los tão bem.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Antes de mais nada, que plot doido. Super achei interessante, se o autor trabalhou bem o assunto deve ter ficado bem legal a história. Super anotada a dica!

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  7. Esta é uma temática que adoro, tanto em livros, quanto em filmes. Sim, já imagino um filme. Eu não conhecia o livro e vou anotar a dica
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  8. Oi, Bia,
    Também acho essa temática bem interessante e fiquei intrigada para saber como o autor trabalhou isso nesse livro. Confesso, no entanto, que não gostei muito da ideia de o livro fazer parte de uma série. Eu não me animo com isso, sabe?
    Mas, vou anotar a dica, pois achei o livro bem trabalhado.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi Bea,
    A obra parece ser super interessante, mas infelizmente esse tipo de trama não me empolga, por isso não fiquei interessada na leitura. Gostei bastante da sua opinião na resenha. beijos

    ResponderExcluir
  10. Uau! Acho que é assim mesmo que vou começar o meu comentário... hahaha Um livro futurístico, mas que não parece tão longe da nossa realidade, né? Fiquei bem empolgada com a trama, acho que eu ia curtir bastante a leitura! Dica anotada!
    Abraços

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia esse livro, mas achei o enredo muito original. A ideia é realmente interessante e diferente de outros livros do gênero. Parece ser uma leitura muito envolvente, com uma trama dinâmica e personagens interessantes.
    Confesso que eu não ando muito no clima de ler livros nesse estilo, ando mais na fase dos romances ou da fantasia, mas vou anotar a dica para ler em outro momento. Adorei a resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Nossa, nunca tinha ouvido falar desse livro, mas achei muito interessante. Embora dê um certo medo pensar em possibilidades assustadoras para o futuro da humanidade, como a com a presença desse desintegrador, gosto de ler histórias assim. Dica anotada!

    ResponderExcluir
  13. Olá Beatriz, eu não conhecia esse livro, mas pelos seus comentários o enredo parece ser bem bacana *-* Adoro tramas futurísticas. Dica anotada.

    ResponderExcluir
  14. Gostei muito de conhecer esse livro através do seu post (a capa está bem bonita), apesar de não estar muito na vibe para livros do tipo, certamente considerarei ler ele também quando estiver em busca de algo com essa premissa.

    ResponderExcluir
  15. Olá, concordo com você a historia parece ser muito interessante.. esse enredo ja me deixou curiosa pois assim como vc eu tbm gosto dessas historias onde tudo pode acontecer! Amei a dica e espero pode ler em breve!

    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Olá,

    Se o livro for tão instigante quando essa premissa, já quero! Achei incrível essa história, doida para conferir e saber como o assunto será trabalhado. Não tinha ouvido falar na obra ainda, todavia já anotei a dica.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Não conhecia este livro, gostei da sua opinião sobre ele. Mas achei meio batido, pois já vemos muito isso nos filmes e series, uma arma capaz de destruir o planeta e talz ... Acredito que eu não leria.

    ResponderExcluir
  18. Oiii!

    Você não fica um pouco assustada quando lê algo do futuro, achanado que pode realmente acontecer? Eu sempre acho isso. Não conhecia o livro, mas gostei da proposta. espero que seja uma ótima serie!

    Beijinhos,

    ResponderExcluir