[Resenha] É Popatapataio, sô!

14 de maio de 2020

Título: É Popatapataio, sô!
Autor: Fausto Andrade
Editora: Publicação independente
Páginas: 80
Ano: 2017
Adicione ao Skoob
*Acervo pessoal
Sinopse: Com mais de 35 anos de experiência trabalhando em drogarias, Fausto Andrade reuniu em seu livro algumas crônicas reais e fictícias que farão o leitor dar muitas risadas.
São situações engraçadas que renderam ótimas piadas ao longo de sua carreira e lhe deram a fama de piadista entre os seus colegas de trabalho e clientes.
Você vai reconhecer alguns cenários ou perceber semelhanças de certos personagens com você ou com conhecidos. É uma obra que vai te proporcionar momentos de leitura agradáveis e divertidos.
Depois de ler “É popatapataio, sô!” você nunca mais vai ver uma farmácia do mesmo jeito.
Resenha
Em seu livro de estreia, Fausto Andrade nos traz histórias hilárias que colecionou ao longo dos anos trabalhando em farmácias e drogarias no Rio de Janeiro. As crônicas presentes na obra são situações reais e também fictícias, mas todas são fruto de sua experiência no ramo. Seja em uma conversa com clientes ou em um momento de descontração com os colegas de trabalho as histórias que o autor nos conta simplesmente fazem o leitor cair na gargalhada. 

Ir a uma farmácia pode ser algo rotineiro para você ou mesmo um pouco entediante, mas eu garanto que após ler “É popatapataio, sô!” você nunca mais verá uma farmácia do mesmo jeito. Com uma escrita envolvente, Fausto Andrade nos leva para dentro do livro, durante a leitura somos capazes de imaginar cada uma das cenas descritas, em algumas delas é até possível nos colocarmos no lugar dos personagens como se estivéssemos presenciando a cena. 
Entre uma crônica e outra, podemos conhecer um pouco sobre a vida do autor. Aos quinze anos de idade, com o seu primeiro emprego, Fausto começou a trabalhar em uma farmácia e observava os atendentes mais experientes. Assim, com o passar do tempo, ele aprendeu algumas técnicas de venda, a ler receitas que são praticamente ilegíveis aos olhos de quem não está acostumado ou não conhece os nomes dos medicamentos, e a compreender o cliente – que muitas vezes (quase sempre) não se expressa direito.

Além de aprimorar o seu lado profissional, uma das coisas que Fausto aprendeu durante os anos de trabalho foi a perceber quando o cliente está aberto a entrar em algumas brincadeiras e registrou no livro alguns de seus atendimentos, bem como os atendimentos de seus colegas. Em qualquer drogaria que trabalhe, Fausto é logo acolhido tanto pelos demais profissionais quanto pelos clientes, ele é um contador de piadas nato e todos esperam pelo momento no qual ele vai contar algumas de suas pérolas. 
Em qualquer trabalho, situações desagradáveis acontecem e o clima fica mais pesado entre os funcionários, em uma farmácia não é diferente, o autor também traz esses acontecimentos para o livro e ao nos contar a história ele transforma o incidente em algo engraçado e só nos resta dar risadas. Patrões chatos, balconistas soberbos, clientes arrogantes, tudo vira uma piada nas mãos do autor. 
Minha impressão
Tenho o prazer de dizer que Fausto Andrade é o meu pai e sinto-me honrada em poder falar aqui no blog sobre o seu livro. Eu cresci ouvindo as suas piadas e histórias engraçadas das farmácias por onde passou, então quando ele me contou a sua ideia de transformar essas memórias em um livro eu achei a proposta muito interessante. Quem trabalha ou tem algum parente ou conhecido que trabalhe em farmácia vai se identificar bastante com as situações presentes na obra. 

O livro não é uma biografia, não mesmo, é uma coletânea de crônicas. São mais de trinta e cinco anos de experiência em drogarias e todos esses anos renderam ótimas histórias. Algumas das crônicas são ilustradas e isso dá um belíssimo visual à obra, além – é claro – de deixar a leitura mais agradável. As ilustrações e a capa foram feitas por David Santos. 

É Popatapataio, Sô! É uma ótima leitura para intercalar com livros mais pesados e para tirar da ressaca literária, são apenas quinze capítulos que estão divididos em oitenta páginas. Uma obra que nos faz dar gargalhadas durante a leitura, ideal para se ler no ônibus ou levar em uma viagem. A escrita do autor é fluída e o livro pode ser lido em poucas horas.

Minha nota para o livro

9 comentários:

  1. Filha, chorei ao ler essa resenha.
    Talvez eu seja um bobo, mas não tenho palavras pra expressar o quanto te admiro e amo.
    Por onde for, vá para brilhar, pois você é a estrela!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Beatriz como vai? Presumo ser uma leitura bastante divertida. Parabéns ao seu pai pelo livro e a você pela resenha, aliás ficou ótima. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oii!

    Bia, que orgulho de ter um pai escritor! Primeiramente: que título dificil de falar rápido hehehehe... Achei sensacional a ideia, meu marido é de São Gonçalo, mas agora está em SP. ele trabalhou no Guanabara de Niterói por uns 5 anos e tem MUITAS histórias engraçadas, fico imaginando as de farmacia então. Gostei de ver que tem ilustração, deixa a obra ainda mais divertida.

    Espero um dia poder comprar a obra! Parabéns pelo pai!

    Beijinhos,
    Ani
    www.entrechocolatesemusicas.com.b

    ResponderExcluir
  4. Oi Beatriz.

    Através da sua opinião o livro parece ser bem divertido de conhecer. Imagino o orgulho que está tendo em apresentar seu pai como autor do livro. Desejo muito sucesso para seu pai!

    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem? Achei a proposta bem inusitada, acho muito legal que pessoas de áreas diferentes façam suas histórias virarem livros. Acho que o leitor começa a entender melhor essa área e a profissão. Gosto muito de ler coisas leves e este livro seria ótimo para depois da minha pesada releitura de Harry Potter hehe. Parabéns ao seu pai :) Espero que mais pessoas se interessem pelo livro!

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Realmente sem palavras pela essa leitura !!
    Olha eu sou pouco de ler e alias teu site è incrivel !! , mas vi que a leitura é mais produtiva quando a pegamos um livro que te deixa focado e te ensina, além de tudo…..
    Peguei recentemente um dos melhores livros que ja vi sobre inglês é quero compartilhar com voçê > https://bit.ly/AprendaInglêsLendo

    ResponderExcluir
  7. Olá, como vão as coisas?

    Eu preciso ler essa obra! Achei a proposta capaz de nos render altas risadas. Amo essas coisas do cotidiano das profissões que nos fazem rir. E que felicidade em saber que o autor é o seu pai, viu? Tu deves ter grande orgulho haha. Muito sucesso pra ele e espero ter a oportunidade de ler algum dia :)

    Abraços!
    www.acampamentodaleitura.com

    ResponderExcluir
  8. Que legal! Desejo muito sucesso para seu pai e a ideia do livro foi realmente ótima! Tenho certeza que é um livro daqueles que leríamos super rápido, né? Amei a dica

    ResponderExcluir