11 de maio de 2018

[Resenha] O Fundo é Apenas o Começo

Título: O Fundo é Apenas o Começo
Autor: Neal Shusterman
Editora: Valentina
Páginas: 272
Ano: 2018
Adicione ao Skoob
*Cortesia da editora


Sinopse: Uma poderosa jornada da mente humana, um mergulho profundo nas águas da doença mental.
CADEN BOSCH está a bordo de um navio que ruma ao ponto mais remoto da Terra: Challenger Deep, uma depressão marinha situada a sudoeste da Fossa das Marianas.
CADEN BOSCH é um aluno brilhante do ensino médio, cujos amigos estão começando a notar seu comportamento estranho.
CADEN BOSCH é designado o artista de plantão do navio, para documentar a viagem com desenhos.
CADEN BOSCH finge entrar para a equipe de corrida da escola, mas na verdade passa os dias caminhando quilômetros, absorto em pensamentos.
CADEN BOSCH está dividido entre sua lealdade ao capitão e a tentação de se amotinar.
CADEN BOSCH está dilacerado.
Cativante e poderoso, O Fundo é Apenas o Começo é um romance que permanece muito além da última página, um pungente tour de force de um dos mais admirados autores contemporâneos da ficção jovem adulta.

Resenha
"As coisas que sinto não podem ser traduzidas em palavras, ou, se podem, são palavras numa língua que ninguém pode compreender."
Caden é um jovem de quinze anos que começou a perceber coisas estranhas acontecendo ao seu redor, mas para as demais pessoas a única coisa estranha é o comportamento recente dele. Caden está diferente, o medo é seu mais novo amigo e aonde quer que ele vá o medo está ao seu lado.

Sem qualquer explicação, Caden sente que tem alguém querendo matá-lo ou pressente algum perigo se aproximando ou há o risco de um atentado à família... ou seria a família a querer matá-lo? Ele não sabe em quem confiar, não sabe mais o que é real ou não. Caden se vê vivendo paralelamente em dois mundos, e um deles existe apenas em sua cabeça.
"Há duas coisas que você precisa saber. A primeira: você esteve lá. A segunda: você não pode ter estado lá."
Em um dos mundos (o mundo chamado mundo real) Caden é um aluno do ensino médio, tem amigos, uma família e gosta de desenhar. Mas nesse mundo Caden está se sentindo deslocado e acha que corre perigo. Muita coisa o aflige, sensações ruins o assolam a todo tempo e para lidar com elas ele desenha e passa para o papel tudo aquilo preso dentro de si.

No outro mundo ele é tripulante de um navio que está se preparando para uma difícil viagem, uma viagem ao ponto mais baixo da superfície terrestre e do qual pouco se sabe: Challenger Deep. O capitão do navio é um pirata apavorante, que dá ordens absurdas, não tolera afronta e possui um papagaio que trama a sua morte secretamente. Nesse mundo, Caden é o artista oficial e está encarregado de documentar a jornada em imagens.
Os pais de Caden percebem que há algo acontecendo com ele e procuram ajuda médica. Caden é internado e começa a fazer um tratamento, mas está confuso sobre tudo. No hospital ele conhece outros pacientes e podemos perceber as semelhanças entre cada um deles e os demais tripulantes do navio.

Caden enfrenta situações diferentes e delicadas nos dois mundos. Por um lado ele entende que o navio e tudo mais relacionado a ele são coisas que existem apenas em sua cabeça, por outro lado ele realmente acredita na veracidade do navio e dos problemas que precisa enfrentar lá, como decidir de qual lado vai ficar e quem vai matar, o capitão ou o papagaio. Em meio ao caos dos dois mundos, Caden consegue encontrar alguém em que possa confiar, uma amiga de verdade, e percebe que ela pode partir a qualquer momento, deixando-o confuso sobre o que pensar: se ela for ele ficará sozinho, se ela ficar seria ruim para ela.
Minha impressão
O Fundo é Apenas o Começo é uma obra incrivelmente intensa e que aborda a doença mental de uma maneira a nos surpreender durante a leitura. Pouco a pouco mergulhamos em desespero, agonia, medo, vemos através de Caden o quão apavorante é estar preso em sua própria mente e acreditar que aquilo e é real ao mesmo tempo em que se vê o real como não confiável e por fim acabar não sabendo de nada.

Eu ainda não havia lido nenhum outro livro que explorasse a esquizofrenia e no começo me senti um pouco confusa, mas acho que a intenção do autor realmente tenha sido essa porque vamos descobrindo as coisas junto com Caden e ele está completamente desorientado, então somos jogados no meio de toda a confusão em que está a mente dele.

Quando Caden é internado nós começamos a enxergar as semelhanças entre o que acontece com ele no navio e o que acontece com ele no hospital, a mente dele está uma bagunça e o real e o imaginário se misturam.

Os capítulos são bem curtinhos e isso torna a leitura mais ágil; a escrita do autor é fluída e direta, ele não enrola para descrever os fatos e eu gostei bastante disso; os personagens são todos muito bem construídos e com características marcantes, cada um deles deixa a sua mensagem nessa história.

Eu recomendo demais essa leitura!

Minha nota para o livro

10 comentários:

  1. I think this book should be awesome & i want to read it,thanks for sharing..

    https://clicknorder.pk online shopping in pakistan

    ResponderExcluir
  2. Oi Beatriz, eu estou louca por este livro desde o primeiro dia que vi. Estas ilustrações estão demais, chegou a me arrepiar. Tua resenha me deixou ainda mais doida para ler, ainda mais depois que tu falou de ele ir para a clínica e ver semelhanças nos pacientes com a realidade paralela que ele vive.
    Acho que é o tipo de leitura que me tira da zona de conforto.
    Dica mais que anotada.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá!! :)

    Devo dizer que não conhecia o livro, mas e o tipo de livro que seguramente compraria so pela capa!! :) ahahah

    Enfim, foi ótimo conhecer! E os desenhos estão muito bem conseguidos, sem esquecer o titulo, que chamou logo a minha atenção também!!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem? Desde que soube do lançamento do livro, fiquei interessada nele porque sei que o Neal tem uma escrita maravilhosa. Saber do assunto que o livro trata, me deixa mais curiosa ainda para lê-lo. É realmente um assunto não muito debatido, e que precisa de atenção! Gosto de capítulos curtos e leitura fluida, por isso dica anotada <3
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Também nunca li nenhum livro com esse tema, e por isso estou muito curiosa para fazer a leitura. Não vejo a hora do meu exemplar chegar! Eu gostei de saber que é uma leitura ágil!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  6. Gosto da proposta do autor, apesar de parecer confusa a primeira vista, mas levando em conta que ela aborda a doença mental deixa turo ainda mais crível. Caden é um personagem bem complexo pelo visto e com uma mente incrível, quero conferir.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Sou louco por esse livro, amo livros com temática sobre doença mental. Adorei sua resenha. Pela sua avaliação, tenho ainda mais vontade de ler. Ótimo post.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  8. Olá, parece ser um livro e tanto esse. Confesso que tenho certo receio de leituras onde não sabemos o que é real e o que é fruto da cabeça do personagem, mas esse é um livro que quero me arriscar a ler.

    ResponderExcluir
  9. Tenho lido muitos livros técnicos sobre doenças mentais e procurado algo nas artes, geralmente, em documentários e alguns livros clássicos, mas quero algo mais atual também, talvez faça um estudo sobre isso na facul nova ^^

    ResponderExcluir
  10. P. S.: adorei a indicação do livro por estar na proposta do que venho lendo e pesquisando ultimante.

    ResponderExcluir