6 de abril de 2016

[Resenha] Voo Fantasma

Título: Voo Fantasma (Livro 01)
Autor: Bear Grylls
Editora: Record
Páginas: 462
Ano: 2016
Skoob: Adicione



Will Jaeger é um ex-soldado com muitos traumas e os fantasmas de seu passado retornam para lhe atormentar. Um avião foi encontrado na Floresta Amazônica, tudo indica que seja da época da Segunda Guerra Mundial e que tenha pertencido ao temido Hitler. Wiil, vai liderar uma equipe de expedição para resgatar o avião, muitos imprevistos acontecerão e eles vão se deparar com uma força nazista se levantando contra o mundo. Leia a resenha completa e veja mais detalhes.
O livro começa cheio de tensão, Will Jeager é resgatado de uma prisão no sul da África, onde vinha sendo torturado por um crime que não cometera. Quem o resgatou foi seu amigo e também ex-soldado, Raff. Will, estava sendo solicitado para uma missão muito importante e quem o contratou pagou uma enorme quantia para tirá-lo da prisão, porém seus torturadores não aceitaram facilmente a sua libertação e eles tiveram problemas para escapar.

Will havia escolhido se esconder ali para ninguém encontrá-lo. Sua esposa e seu filho foram sequestrados de maneira brutal e ele vive com a sombra da dúvida se estariam vivos ou mortos, já se passaram mais de três anos. Do dia em que isso aconteceu ele se lembra muito pouco, mas uma imagem sempre vem à mente: uma água horrenda, um dos símbolos do nazismo.
Will foi informado que um antigo amigo foi encontrado morto e, segundo a polícia, ele havia cometido suicídio, mas Will e está que foi assassinato. Um dos maiores motivos para isso, é que foi encontrado no corpo uma tatuagem recente, a mesma águia da lembrança de Will. Seu avô, possuía um baú com artefatos da guerra, muitos objetos nazistas e um documento secreto codificado, que Will jamais conseguiu decifrar. Infelizmente, seu avô morreu há alguns anos e não poderia lhe dar as respostas que ele precisa.

Então Will procura seu tio avô e descobre que tanto ele, quanto seu avô falecido, fizeram parte de uma operação secreta após o termino da Segunda Guerra Mundial que tinha como objetivo parar as forças nazistas que ainda atuavam na clandestinidade. O avô possuía um dos cargos mais altos e guardava muitos segredos, ambos presenciaram cenas macabras e inesquecíveis. O tio avô não revela muito mas lhe informa sobre algumas terríveis conspirações da época e sempre com o medo estampado nos olhos.
Um avião que aparenta ser da época da Segunda Guerra Mundial foi encontrado no meio da floresta Amazônia e Will foi contratado para liderar um grupo de 10 pessoas em uma missão de resgate. O avião se parece com um dos modelos utilizados por Hitler que jamais fora encontrado e nunca houve indícios de que ele realmente existisse, esse avião pode conter segredos inimagináveis e aterrorizantes, além de armas alemãs com uma tecnologia muito avançada para a época. Fotos do local, indicam que exista algum agente toxicológico no avião, pois toda a área ao redor dele está morta.

Três casos misteriosos que estão ligados à uma assombrosa conspiração que teve início nos dias mais sombrios da Alemanha. Agora, Will se vê lutando contra inimigos poderosíssimos que pretendem erguer uma nova força nazista contra o mundo.
Minha impressão
Eu sou fascinada por histórias que envolvam guerras (fictícias ou não) e posso afirmar que Voo Fantasma foi o melhor livro sobre o tema que li até hoje. Uma trama que se desenvolve em um ritmo frenético e se mantém assim até o final, cada página se mostra ainda mais eletrizante do que a anterior. Os capítulos são curtos e isso só nos instiga para a leitura do próximo. 

Por se passar aqui no Brasil, vamos encontrar na história muitos componentes brasileiros, costumes, comidas e na floresta Amazônica, veremos os índios, que terão um papel fundamental na trama. Will e sua equipe vão enfrentar muitas dificuldades e constantemente surgirão surpresas pelo caminho. 

Voo Fantasma possui muita ação, suspense, mistério e aventura, é uma obra magnífica. O final desse livro é angustiante pois termina em um momento crucial, nos deixando ansiosos para o próximo volume, que promete ainda mais emoções. 

Minha nota para o livro

Nenhum comentário:

Postar um comentário