30 de abril de 2016

[Resenha] Caçadores de Nazistas

Título: Caçadores de Nazistas - A ultrassecreta unidade SAS e a caça aos criminosos de guerra de Hitler
Autor: Damien Lewis
Editora: Cultrix
Páginas: 384
Ano: 2016
Skoob: Adicione 


Um livro rico em história e em detalhes, com relatos reais sobre a época mais obscura e terrível que a humanidade já presenciou. Damien Lewis nos revela um capítulo que ainda estava oculto e conta quem foram os Caçadores de Nazistas, uma unidade secreta até mesmo para o governo Britânico. *No final dessa postagem, confira algumas fotos que constam no livro.
"Esta é, pois, uma história que mergulha em mundos secretos dentro de mundos ocultos, removendo camada após camada de intrigas e subterfúgios. Chegar ao âmago da verdade irrefutável foi sempre um desafio, mas por fim a oportunidade de contar a história da Operação Loyton, das deportações e dos massacres de Moussey, e das atividades posteriores dos Caçadores Furtivos constituiu um enorme e gratificante privilégio"
Em uma breve introdução, Damien Lewis nos conta como, duas semanas pós uma conversa com um soldado da SAS (Serviço Aéreo Especial), recebeu um pacote que continha uma "edição especial do diário de guerra oficial do SAS durante a Segunda Guerra Mundial" e um pouco sobre a conversa que teve com o tal soldado (nome não revelado).

O que encontramos nas páginas desse livro é de suma importância para a história da Segunda Guerra Mundial, o que achávamos que sabíamos vem se esmiuçando e nos é recontado com relatos surpreendentes. O que nos foi contado tem um outro lado, um lado que ninguém expôs e que é revelado nesta  obra.
No final do verão de 1940, 60 agentes da SAS desceram de paraquedas no norte da França. Uma força estava montada ali para impedir a passagem de aliados, a ordem era para resistirem até o fim. Os homens tinham como missão espalhar o caos naquela aérea e garantir que os soldados desobedecessem as ordens de Hitler e deixassem seus postos. No entanto, 31 agentes da SAS foram dados como desaparecidos, porém a verdadeira história leva para um terrível fim, onde esses homens sofreram brutalmente e pereceram até a morte.

Quem estava à frente dessa missão se recusou a aceitar a falta de informações sobre o paradeiro de seus homens e  a permitir que os assassinos ficassem impunes. Mas a SAS estava com os dias contados e logo seria extinta. Em memória desses agentes, para fazer justiça e dar alguma explicação para as famílias, o Coronel Brian Franks formou uma unidade clandestina (Caçadores Secretos). Uma equipe que contava com os mais brilhantes e extraordinários homens, aqueles que mesmo estando apavorados seguiam até o fim e cumpriam com suas instruções, a qualquer custo.
Quando os agentes da SAS desceram de paraquedas, imprevistos aconteceram e a missão foi adiada por longas semanas. Sem comida, munição ou lugar para se esconderem da Gestapo, os homens se refugiram em Moussey, os moradores foram leais sem que eles precisassem pedir e jamais os entregaram (mesmo sendo torturados). A resistência francesa (os Maquis) colaboraram e foram de grande ajuda para o desenvolvimento e realização da missão.

Dias depois, foi dado um decreto nazista permitindo aos oficiais o total poder para apreender e deportar qualquer um que fosse considerado ameaçador de segurança. O decreto permitia que as pessoas desaparecem sem quaisquer explicações, no que ficou conhecido posteriormente pela Noite e Neblina. As pessoas apreendidas naquela noite, foram enviadas para o campo de concentração Natzweiler onde sofreram as mais absurdas e horrendas torturas. Naquela noite, homens da SAS e da resistência francesa foram apreendidos e suas mortes foram escondidas pelos nazistas, mas a unidade ultrassecreta não permitiu que ficassem impunes e os caçou. Um grupo sem autorização para agir, sem o consentimento do governo e que oficialmente jamais existiu.
Minha impressão
Sinto-me honrada e privilegiada por ter tido a oportunidade de ler esse livro e desvendar a história contada através de suas páginas. O conteúdo dessa obra é riquíssimo e nos traz grandes conhecimentos sobre essa época assustadora que a humanidade viveu (sobreviveu). São relatos que contam em detalhes a descoberta das atrocidades praticadas por Hitler e seus subordinados, os horrores nos campos de concentração e como as vítimas foram eliminadas de maneiras desumanas. 

Nas páginas desta obra, vemos o grupo secreto em ação e como trabalharam para alcançarem os nomes da lista. As descobertas após chegarem aos suspeitos são tão chocantes quanto os crimes por eles cometidos. Julgamentos, farsas, questões políticas, quebra de sigilo, intrigas e alianças formadas são alguns assuntos nas páginas finais desse livro. 

Minha nota para o livro

Algumas fotos que estão no livro

Nenhum comentário:

Postar um comentário