13 de outubro de 2015

[Resenha] Perdido em Marte (livro)

 DE ANDY WEIR 

Título: Perdido em Marte
Autor: Andy Weir
Editora: Arqueiro
Páginas: 336
Ano: 2015



Perdido em Marte é um livro com um toque de sarcasmo e muito humor nerd, enquanto o astronauta Mark Watney luta pela sobrevivência ele faz gravações de um diário de bordo onde conta todos os acontecimentos e suas ideias para tentar se manter vivo e entrar em contato com a NASA. Podemos ver muitos dados científicos que nos mostram os detalhes que nós, como leigos, não saberíamos. Durante a leitura você se pega torcendo para que Mark sobreviva e fica aflito com o decorrer da trama.


A tripulação do Ares 3 já estava em Marte realizando a sua missão e em sol 6 (aproximadamente seis dias) aconteceu uma tempestade de areia bem severa e precisaram abortar a missão, porém enquanto corriam para o VAM (veículo de ascensão de Marte) o astronauta Mark Watney sofreu um acidente e foi dado como morto, a tripulação ficou sem alternativas para tentar resgatá-lo e deixou o planeta. 

"Foi uma sequência ridícula de acontecimentos que quase me fez morrer, e uma sequência ainda mais ridícula que me fez sobreviver"

Pois bem, após essa sequência de acontecimentos Mark se vê como único habitante em Marte, incomunicável com a Terra, com suprimentos limitados e sem a menor ideia de como sobreviverá.


Mark Watney é muito inteligente e vai usar todo o seu conhecimento em seu favor, ele precisa urgentemente encontrar uma maneira de produzir alimento, água e tentar se comunicar com a NASA. Mark ainda não sabia mas a NASA já havia descoberto que ele está vivo e agora o observa todo o tempo, avaliando suas ações e tentando acompanhar seus pensamentos, enquanto isso o mundo todo se une na esperança de que ele sobreviva e todos tentam encontrar uma solução.

Durante o dia ele trabalha nas suas invenções e na sua plantação de batatas! isso mesmo, após muito pensar, ele descobriu que havia uma maneira de plantar batatas e as vem cultivando desde então (ele tinha um pouco de solo terrestre e algumas batatas, o problema era a água mas ele conseguiu criá-la usando a fórmula - H2O - quase morreu tentando!). Durante a noite ele não tem muito o que fazer e passa o tempo lendo os clássicos de Agatha Christie e assistindo séries antigas, Mark também é muito engraçado e esse seu "tempo livre" nos rende boas gargalhadas!!! 


Boa parte do livro é narrada por Mark enquanto faz as gravações de diário de bordo, mas depois de um certo tempo, alguns capítulos mostram os acontecimentos na NASA onde todos estão unidos e trabalhando muito para que o astronauta sobreviva.  Apesar de tudo parecer "perdido" ele ainda tem uma esperança, a tripulação da Ares 4 pousará em Marte em quatro anos, o problema é que isso acontecerá a uma distância de 3.2oo km de distância da localização de Mark e ele vai precisar percorrer todo esse trajeto sozinho, mas o fato de estar sozinho não seria problema para ele  e sim levar o equipamento necessário para a viagem.

A fita adesiva nas fotos foi proposital pois ela é uma grande aliada do nosso astronauta Mark Watney. Em algumas de suas invenções e no conserto dos equipamentos Mark usa a fita adesiva e é muito engraçado a maneira como ele se refere a ela, tem um trecho que ele fala que vai usar um dispositivo de reparo desenvolvido pela NASA e altamente eficiente, fita adesiva kkkkkkk, é impressionante como uma simples fita adesiva pode contribuir para que ele sobreviva nas muitas vezes em que ele se mete em uma encrenca (mais risos). Como eu falei, o livro está cheio de humor nerd!!! 

Antes de finalizar, quero falar que o livro tem muitos dados técnicos mas esse lado científico não atrapalha a leitura, pelo contrário, eu ficava ainda mais curiosa enquanto lia esses detalhes de técnicos pois nos explicam exatamente como as coisas aconteceram ou poderão acontecer, é muito interessante acompanhar o raciocínio de Mark e ver o desenrolar dos fatos, tanto quando os planos dão certo ou quando dão errado. Sem dúvidas, Perdido em Marte é um excelente livro.

Minha nota para o livro

O livro ganhou uma adaptação cinematográfica e o filme estreou aqui no Brasil em Outubro de 2015, acompanhe o Trailler oficial dublado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário