23 de dezembro de 2016

Um pedido ao Papai Noel

Como eu estava ansiosa para esse dia, já não aguentava mais a ansiedade. Há uma semana, ganhei um calendário de Natal, que é uma graça. O calendário é em formato de um pinheiro, todo enfeitado, e cada um dos enfeites é uma janelinha que dá para puxar. Ao abrir, aparece um cena natalina e meus pais contam uma história sobre a cena, veio um livrinho junto com o calendário e nos divertimos muito com ele. Como nós abrimos antes de dormir, eu sonho com a história e acordo perguntando: Mãe, pai, já é natal?

Hoje acordei feliz, finalmente chegou o dia! Mas algo aconteceu que me deixou pensativa. Fomos ver árvore de natal que foi montada na praça, ela estava linda, a decoração em volta estava linda, até a neve caindo estava linda. Só que eu vi uma senhora que parecia triste, ela estava com uma menininha da minha idade e as duas estavam vestidas de maneira que dava a impressão de que sentiam frio. Elas olhavam a decoração admiradas!

Perguntei para a minha mãe se eu poderia ir brincar com a menina e a resposta dela foi um "não" bem decisivo. Mesmo não podendo me aproximar, fiquei observando-as de longe, quando elas foram embora eu me senti estranha, me senti vazia e de repente o meu chocolate não tinha mais o mesmo sabor, pareceu-me amargo.

Quando chegamos em casa a família toda já estava reunida e nos esperavam, a ceia seria farta e logo depois abriríamos os presentes. Mas quando chegamos a vovó me fez uma pergunta:

-Clara, o que você quer ganhar do papai noel?

Se ela me perguntasse isso alguns dias atrás a resposta seria uma boneca que fala e anda, mas hoje a resposta foi diferente:

-Eu quero que ele leve um casaco quentinho para a menininha e a mãe dela.

Não entendi, mas os olhos da mamãe e da vovó se encheram de lágrimas. Passados alguns minutos, a mamãe me chamou, ela segurava uma caixa e pediu que eu me sentasse perto dela.

-Filha, você sabia que o papai noel tem alguns ajudantes espalhados pelo mundo? - Neguei com a cabeça e ela continuou - Hoje ele passou aqui em casa e disse que precisa da sua ajuda, para atender um pedido especial. Ele perguntou se você poderia levar esses casacos para a menininha que vimos na praça, eles não dão mais em você e ela precisa. A família dela mora aqui perto, será que você faria esse favor para o papai noel?

-Mamãe, claro que sim! Estou muito feliz, ela vai ficar quentinha como eu.

Esse texto faz parte do projeto Pena & Tinta 
Pena & Tinta é um projeto de escrita criativa com o objetivo de criar textos (crônicas, contos, poesias, relatos pessoais etc) mensalmente em cima de temas predeterminados. Você tem um blog e quer fazer parte do projeto? Legal, vem que a gente te espera aqui.

Um dos temas de Dezembro era escrever um conto ou crônica com uma bela cena natalina. Bem, quando comecei a escrever esse conto eu tinha em mente algo bonitinho e fofo, mas fui me deixando levar e o rumo foi bem diferente do que eu imaginava. 

O natal é uma celebração, é uma época em que as pessoas ficam mais sensíveis e o clima fica mais amigável (claro, existem exceções). Mas também é uma época em que muitas mães e pais sentem o coração apertado por não poderem atender aos pedidos mais simples de seus filhos, como o casaco que usei de exemplo no conto. 

7 comentários:

  1. Estaria eu chorando? HAHA. Muito amô, meu Deus! Que droga, né, muitas vezes a gente só lembra de ajudar os outros em datas assim. Não confio tanto nessa coisa de que criança é mais generosa, porque as crianças de hoje em dia parecem tão egoístas. Mas adorei seu conto justamente porque ele remete ao espírito ingênuo de Natal. Foi um presente super quentinho seu texto, viu <3 Eu o tinha visto nos tópicos do grupo, mas ainda não escrevi o meu texto, então, não pude retribuir os outros até agora.

    Feliz Natal <3

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Owmm que texto mais lindo é esse? Expressou bem a compaixão e a fraternidade as pessoas sentem no natal. Natal é isso amor, alegria compaixão e ler esses sentimentos através da pureza de uma criança foi a coisa mais linda do mundo.
    Feliz Natal e otimas leituras. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Que lindo texto! É que emoção esta criança despertou. Que bom seria se nós adultos víssemos o mundo pelos olhos das crianças.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi Beatriz isso mesmo na época do natal ficamos mais emotivos, solidários... lindo conto, uma bela mensagem.
    Bjs e Feliz Ano novo!

    ResponderExcluir
  5. Olá, Beatriz.
    Adorei o seu texto e a forma como o conduziu. A escolha e ação da Clara é linda!

    Beijo,
    http://pactoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem? Adorei demais o conto, ainda mais com o tema natalino, afinal adoro essa época do ano. Não conhecia o projeto e adorei saber que tem um em cada mês. Já quero o de Janeiro <3
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Que gracinha! *-* O seu texto me lembrou muito um conto que me marcou muito na infância, o da vendedora de fósforos :( Vamos torcer para que 2017 seja iluminado por pessoas que pensam mais nos que estão ao redor!

    Tici | www.feitopoesia.com

    ResponderExcluir