14 de dezembro de 2016

[Resenha] Uma Chance Para Recomeçar

Título: Uma Chance Para Recomeçar
Autora: Diana Scarpine
Editora: Pandorga
Páginas: 432
Ano: 2016
Leia a sinopse no Skoob
*Cortesia da autora


Há dez anos Aurélio sofreu um grave acidente e perdeu sua família, ficou com muitas sequelas e por causa delas ele se sente um monstro, pois é assim que as pessoas o tratam. Carina estava acostumada com o ritmo acelerado do trabalho mas se viu obrigada a parar com tudo após uma paralisia facial. Quando os dois caminhos se cruzam, começa uma linda história de amor, marcada por traumas, desilusões e dificuldades. Continue lendo a resenha e conheça mais sobre a trama.
Aurélio sofre muito com o preconceito, desde o terrível acidente ele não é mais o mesmo homem, sua aparência física foi completamente desfigurada e com isso o seu psicológico ficou totalmente destruído. Acostumado com descaso, discriminação e hostilidade, Aurélio não consegue perceber quando algo bom entra em sua vida, ele pensa que se trata de mais uma brincadeira de mal gosto ou mais um meio de humilhá-lo.

Há dez anos ele perdeu sua filha e sua esposa, foi o único sobrevivente do acidente mas se culpa desde então. Perdeu a visão e teve cinquenta por cento do corpo queimado. ele possui muitas cicatrizes espalhadas e o rosto é deformado. Mas não é por ser deficiente visual e ter cicatrizes que ele deixaria de trabalhar, Aurélio é massoterapeuta e mora com a mãe. Foi na clínica onde trabalha que ele conheceu a Carina.
Carina é herdeira de uma grande rede de supermercados, para dar conta de tudo ela precisa se dedicar demais ao trabalho e acaba se esquecendo da própria vida. Nas horas vagas prefere ficar em casa, nunca foi muito vaidosa e nunca se preocupou muito com a opinião dos outros sobre si. Mas quando teve uma paralisia facial ela precisou dar um tempo, o estresse estava acabando com ela e se continuasse poderia ter consequências ainda piores.

Com a paralisia, a autoestima da Carina caiu completamente (já não era alta) e ela sentia vergonha de sair de casa ou olhar alguém nos olhos, andava com a cabeça baixa e evitava falar com as pessoas. Na clínica que fazia tratamento,Carina conheceu a massoterapia e se inscreveu para fazer as sessões com Aurélio, mas ela estava tão voltada para o próprio problema que não percebeu que ele era cego e que tinha cicatrizes e queimaduras pelo corpo.
Carina e Aurélio precisam superar as dificuldades que a vida lhes impôs, um poderia ajudar o outro e esse romance seria do tipo "e viveram felizes para sempre", mas a vida não é um conto de fadas e não é assim que a história dos dois é traçada. Com o passar do tempo Carina percebe que os traumas de Aurélio não são apenas físicos e que os emocionais e psicológicos são os mais intensos. Ele não consegue se aceitar da maneira que é, ele não consegue dar uma chance para o amor pois seu coração está amargurado. Aurélio, para se defender, se fecha e trata Carina com antipatia, o que a deixa desolada.

Tanto Carina quanto Aurélio erram em não falarem abertamente sobre seus sentimentos ou sobre o que estão pensando. Os dois são receosos, teimosos e complexados, nenhum deles entende as intenções do outro, acabam sempre pensando a pior coisa. A falta de diálogo os afasta cada vez mais e vemos dois corações machucados.
Minha impressão
Uma Chance Para Recomeçar é uma trama linda, que aborda assuntos sérios como o preconceito, acessibilidade, depressão e ainda consegue passar pelo machismo e desentendimento familiar. 

Eu gostei muito da leitura e da maneira como a autora conduziu a história. Os capítulos são curtos e a narração é alternada entre Aurélio e Carina, cada um mostra a sua versão para os fatos e com isso nós podemos ver que a falta de uma conversa aberta é que atrapalha o casal. Enquanto Carina achava estar ajudando Aurélio, ele entendia que ela o repugnava ou o estava humilhando. Ele foi muito ríspido com ela, mas era uma maneira de se defender! Em contrapartida, quando ele pensava estar agindo melhor com ela, Carina entendia que ele tentava afastá-la por não gostar dela. 

Embora essa má comunicação fique um pouco cansativa em alguns momentos, a beleza da obra não é afetada pois entendemos os motivos de cada personagem, eu torcia o tempo todo para que eles se acertassem e fossem felizes juntos. 

A escrita de Diana Scarpine é agradável de se ler, o texto é um pouco mais rebuscado e isso é encantador. Uma das coisas que mais me chamou atenção foi o fato de Aurélio não ser aquele mocinho que costumamos ver nos romances, o cara lindo e cobiçado por meio mundo, ele é totalmente o oposto disso e Diana nos presenteia com uma obra que nos permite ver que a beleza não é fundamental. 

Minha nota para o livro

14 comentários:

  1. Ola
    Adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro. Eu não conhecia, mas imagino que deve ser uma linda história de amor. Fiquei curiosa sobre o desenvolvimento dos personagens e de suas características diferenciadas. Vou procurar mais informações sobre a autora.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada pela linda resenha, Beatriz!
    Abraço,
    Diana

    ResponderExcluir
  3. Oie...
    Adorei conferir suas impressões, principalmente porque também li a obra :)
    Essa falta de comunicação realmente incomoda em alguns momentos,mas achei a história tão envolvente e inspradora que nem liguei pra essa ressalva. Gostei também do fato dos personagens serem fora dos padrões.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Bia, acho a capa deste livro linda e as suas fotos mega valorizaram isso. Gostei de saber dos assuntos que o enredo aborda e acho que tem bastante representatividade aí. Espero ter a oportunidade de ler.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Quando eu vi esse livro não esperava que trouxesse uma carga dramática tão intensa como o preconceito, doença,entre outros. Depois de sua resenha eu me empolguei para fazer a leitura e conferir esse drama junto.com. Romance que parece ser lindo. Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oii Beatriz, tudo bem?? Sua resenha ficou ótima!! Eu já li alguns comentários sobre o livro e todos foram positivos, mas agora com sua resenha fiquei mais empolgada para ler também. Gosto muito de dramas, e esse parece ser bem bonito :D Dica anotada!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi.
    Eu não conhecia a obra.
    Mas o enredo chamou minha atenção.
    Realmente começa a incomodar um pouco quando percebemos que todos os problemas poderiam ser resolvidos com uma conversa.
    Mas a sua resenha chamou atenção e eu pretendo fazer a leitura.

    ResponderExcluir
  8. Oi.
    Eu não conhecia a obra.
    Mas o enredo chamou minha atenção.
    Realmente começa a incomodar um pouco quando percebemos que todos os problemas poderiam ser resolvidos com uma conversa.
    Mas a sua resenha chamou atenção e eu pretendo fazer a leitura.

    ResponderExcluir
  9. Oi Bia!
    Acho que já faz um tempo que não lia uma resenha sua e senti muita falta disso!
    Gostei de conhecer suas impressões sobre essa obra e fiquei curiosa, pois achei os temas discutidos bastante interessantes.
    Acho que a falta de uma conversa aberta atrapalha muitas coisas, principalmente um casal. Estou lendo um livro e, no fundo, tenho a impressão que, caso houvesse um diálogo sincero, as coisas seriam mais fáceis.
    Vou anotar essa dica, com certeza.
    beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Eu adoro livros que falam de superação e assuntos mais sérios e reais. Não conhecia a obra ainda, mas me encantei com a premissa, achei emocionante. Deve ser uma leitura bastante reflexiva.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  11. Oiii!!!
    Não conhecia esse livro ainda, mas achei a história linda. Como deve ser dificil ter que superar além do acidente, ter que enfrentar preconceito das outras pessoas. Ao invés das pessoas tentarem ajudar fazem o contrário. Em qualquer relacionamento, se não há conversa, não tem como dar certo... e eu imagino o quanto isso deve irritar um pouco no livro, já vejo isso na vida real, e da uma certa raiva. Mesmo assim, fiquei interessada na história. Só estou fugindo de romances no momento kkk quem sabe mais para frente eu leio.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Beatriz!

    Já vi esse livro circulando pelas redes sociais mas nunca parei para conhecer melhor o enredo. Sua resenha me interessou bastante, é o tipo de romance que eu amo ler. Obrigada pela dica, está anotadíssima, parabéns pela resenha!

    Sucesso com o blog sempre!
    Beijos, Belle.
    floraliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Bia, tudo bem?
    Nossa esse livro parece ter uma história linda e com temas bem atuais e importantes principalmente o preconceito e que as coisas vão muito mais que as aparências. Mas eu não ando no clima para ler romances. Na verdade estou em uma ressaca literária das grandes. Rsrs.
    Bj

    ResponderExcluir
  14. Oi Beatriz, tudo bem?

    Eu estou procurando um romance para ler ultimamente e acho que esse seria um bom livro para pegar no momento, gostei da proposta e de ver que é um livro bom para acompanhar, também gostei dos personagens. Ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir