5 de novembro de 2015

[Resenha] Segredos de Uma Noite de Verão

Título: Segredos de Uma Noite de Verão - 1
Autor: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Ano: 2015



Segredos de Uma Noite de Verão é o primeiro volume da série As Quatro Estações do Amor, o romance se passa em Londres no século XIX. Somos apresentados a Annabelle Peyton que apesar de ter um título nobre está enfrentando dificuldades financeiras e precisa encontrar um casamento para que a família possa sair dessa situação, porém sem um dote para oferecer o casamento é algo que parece cada vez mais distante, mesmo a jovem sendo dona de uma beleza exuberante. Com um toque divertido a leitura desse romance é muito agradável, continue lendo essa resenha e saiba mais.


Após a morte do pai, a família de Annnabelle está se afundando em dívidas, apesar de serem de uma classe nobre a única opção que lhes resta é que a jovem consiga se casar e assim possa tirar a família dessa situação, seu irmão ainda é muito jovem e, tanto a mãe quanto ela, desejam que ele termine seus estudos e tenha um bom futuro. O problema é que ela não tem um dote e isso está dificultando muito as coisas, em todos os eventos da sociedade ela "toma um chá de cadeira" (expressão utilizada no livro), apesar de ter vinte e cinco anos essa idade é considerada o limite para se casar e ela está desesperada. Certa noite, em um desses bailes ela encontra outras três solteironas que também não encontram um marido e juntas elas armam um plano para encontrar um marido para cada uma delas, começando por Annabelle.
"Precisamos fazer um pacto para ajudar umas às outras a encontrar um marido. Se os homens não vierem atrás de nós, iremos atrás deles. O processo se mostrará muito mais eficaz se juntarmos forças, em vez de avançar individualmente. Vamos começar com a mais velha que parece ser você, Annabelle, e depois continuaremos em ordem decrescente"

Para Annabelle, o posto do marido ideal é Simon Hunt, um homem extremamente rico mas que não tem sangue nobre, ele é filho de um açougueiro e construiu sua fortuna sozinho e com muito trabalho, ele é muito poderoso mas a sociedade não aceita de bom grado pois ele não tem um título. Desde que o conheceu, Annabelle o despreza e o vê como um grosseirão e mal educado. Os dois possuem um temperamento muito forte e são incapazes de enxergar além das aparências. 

Annabelle não consegue perceber as qualidades de Simon e só consegue enxergar a fachada arrogante que ele tem, ela o julga por suas origens e tem um certo preconceito. Simon não age diferente, ele sabe que a jovem está em crise financeira e está em busca de um marido apenas por dinheiro, também não consegue enxergar o lado bom de Annabelle e a julga mal, desde que a conheceu ele a deseja, mas suas intenções não são de levá-la ao altar e sim à sua cama, ele a quer como uma amante e pretende recompensá-la bem.



Enquanto os homens tentam corromper Annabelle e transformá-la em amante, ela e suas amigas colocam o plano em prática, estão decididas a encontrar um marido para ela e se esforçam para isso. Annabelle é uma jovem de beleza única e uma dama exemplar, mas em uma noite de verão ela se entrega aos beijos arrebatadores de Simon. 
Eu me apaixonei por esse livro e estou louca pelos próximos volumes da série, o livro tem uma narrativa envolvente e uma história encantadora, o charme e a delicadeza são constantes na leitura, os costumes são outros (naturalmente) e é uma delícia de ver a elegância da época. No inicio fiquei bem chateada, tanto com Annabelle quanto com Simon, porque é notório que eles sentem algo forte um pelo outro mas não querem assumir, apenas enxergam as aparências um do outro e não dão oportunidade para ver além da fachada. Mas depois daquela noite... que noite! não vou dar spoiler, então vou ter que parar por aqui.
"Não importava como ou por que Simon Hunt havia conseguido quebrar todas as defesas bem-construídas de Annabelle. O fato era, ele conseguira fazê-lo... E, portanto, era um homem a ser evitado a qualquer custo."
Minha nota para o livro

Nenhum comentário:

Postar um comentário