24 de novembro de 2015

[Lançamento] Trilogia Apenas Amor

Autora: Roberta Farig / Editora: Percurso

ROBERTA FARIG tem trinta e dois anos, é casada, mãe, mulher e, acima de tudo, uma amante incurável da vida. Encontrou na literatura seu refúgio mais aconchegante para as turbulências do dia a dia, fazendo dela seu mundo particular. Catarinense com orgulho, reside em Florianópolis, a Ilha da Magia. Descobrindo Todas as Formas de Amor foi sua obra de estreia na literatura. Porém, a Trilogia Nephilins foi o primeiro passo nessa rica jornada.

Título: Descobrindo todas as formas de amor (volume 01) Páginas: 232 Adicione ao Skoob
O amor pode ser encontrado em diferentes formas e situações. Algumas vezes, ele aparece nos momentos mais inesperados e nas pessoas menos improváveis. Anabella vivenciou isso desde o momento que nasceu. Ela pôde sentir o poder do amor em sua vida, descobrindo, inusitadamente, que esse sentimento salva. Após ser abandonada pela mãe biológica, Anabella passa a viver com os pais adotivos, que lhe dão todo o amor que uma criança deve receber. Com o tempo, ela conhece o mundo e aprende as artimanhas necessárias para sobreviver. O problema é que, algumas vezes, sua inocência a leva por caminhos difíceis, contudo, sempre com alguém a ampará-la, um ser enviado por Deus que muito a ilumina. O amor de um homem não poderia ficar de fora, e a vida traz a Anabella a oportunidade de experimentar uma intensa e deliciosa história. No entanto, nada é por acaso, e no momento em que ela decide se entregar a esse novo amor, uma reviravolta dolorosa surge em seu caminho, obrigando-a a rever seus planos e seus conceitos sobre o amor e a vida.
Título: Só o amor pode curar a dor (Volume 02) Páginas: 360 Adicione ao Skoob

Após a perda dos seus pais, com a dor de sentir-se só, Anabella percebe que está na hora de voltar às suas raízes. Com sua amiga Daiane, encontrará as respostas que procurava. Começa, então, uma nova fase na vida de Anabella, onde aprenderá a deixar sua dor de lado, permitindo que seu passado faça parte da sua existência. Tudo muda, Anabella percebe quão afortunada é, em todos os sentidos, quando o destino a coloca, mais uma vez, em perigo. Dessa forma, ela passa a se permitir mais, a dar vazão aos desejos do passado e aos sonhos que agora almeja realizar. Quanto ao amor - Ah, o amor! -, Anabella o vive intensamente, sem medo de ser feliz. Porém, ainda assim, a dor se faz presente, obrigando-a a traçar novos planos em sua jornada, sempre buscando pelo amor, sua fonte de vida.

Quote

Quote

Nenhum comentário:

Postar um comentário