3 de março de 2017

[Resenha] A Ordem - Sem trégua, sem rendição

Título: A Ordem - Sem trégua, sem rendição (Livro 01)
Autor: Stuart Daly
Editora: Fundamento
Páginas: 208
Ano: 2015
Leia a sinopse no Skoob
*Cortesia da editora


Resenha
Jakob é um jovem de 16 anos e acabou de entrar para a ordem de caçadores de bruxas, em sua primeira missão ele vai se deparar com criaturas horripilantes, cenas apavorantes e passará por situações que colocarão a sua vida em risco. Continue lendo a resenha e conheça mais sobre a trama.
Em 1666 a Europa estava em um verdadeiro caos, não parava de chegar notícias de desgraças e a população acreditava que todo esse sofrimento era causado por forças malignas. A Santa Inquisição estava mantendo uma doutrina rigorosa e queimava todos os acusados de heregia. Pelo ano de 1666 conter "o número da besta", muitos acreditavam que Deus havia abandonado a humanidade e que o mal estava se levantando para dominá-la.
"Sacerdotes estão levando suas congregações à loucura, proclamando que os eventos descritos no assustador Livro do Apocalipse se aproximam. As forças do mal estão emergindo das sombras, estendendo um tapete de sangue para saudar a chegada de seu Príncipe das Trevas. Boatos sobre mágicos, bruxas e demônios correm em vozes abafadas por tabernas e estalagens."
Acreditando na chegada do Anticristo, o imperador encomendou a criação de uma ordem de caçadores de bruxas. A ordem, chamada de Hexenjäger, tinha como principal objetivo caçar os servos de Satanás e enfraquecer as forças do mal antes da chegada do Anticristo. Ao contrário da Santa Aquisição, que matava camponeses comuns - muitas vezes por não saberem ler e assim não serem capazes de citar corretamente as escrituras -, a ordem caçava bruxas e demônios reais.

Somente soldados veteranos eram aceitos na ordem e precisavam demonstrar coragem e força para isso, pois o inimigo que enfrentavam era extremamente poderoso e perigoso. Jakob sonhava em entrar para a ordem e poder seguir os caminhos de seu pai, um ex-comandante, no entanto, o rapaz não tinha os requisitos necessários (começando por sequer saber lutar) para ser recrutado e falsificou um documento com a assinatura de seu tio e isso garantiu a sua aceitação.
Jakob não fazia ideia do que encontraria pela frente mas o desejo de lutar falava mais alto. Em sua primeira missão, ele e seus companheiros precisavam vasculhar um castelo repleto de bruxas, onde, supostamente, encontrariam uma das trombetas usadas para derrubar os muros de Jericó. Quem a encontrasse seria dono de um imenso poder, pois o artefato é capaz derrubar cidades inteiras e acabar com qualquer criatura maligna.

Ao chegarem no castelo, Jakob se depara com criaturas horrendas, de aparência terrificante e se vê sendo obrigado a lutar com elas para defender a própria vida. O grupo percebe que não são os únicos que estão em busca da trombeta e agora precisam, além de enfrentar as bruxas, descobrir quem mais está na disputa e tentar vencer a batalha iminente.
Minha impressão
Eu gostei muito desse livro, a escrita do autor é bastante agradável e proporciona uma leitura rápida, eu li em poucas horas! Os capítulos são curtos e a história é narrada em primeira pessoa por Jakob. A capa é linda, a diagramação está encantadora e as letras estão em um bom tamanho para a leitura. 

A trama é envolvente e nos mostra a ousadia de um jovem, que com seus 16 anos, luta bravamente ao lado de homens bem mais experientes. Acompanhar o Jakob em sua primeira missão foi uma verdadeira aventura, com momentos de terror, com muita fantasia e ação. 

Embora seja uma obra de ficção, o autor soube mesclá-la muito bem com a realidade ao explorar fatos históricos e inserir personagens, rituais e organizações que realmente existiram. No final do livro tem uma nota do autor para explicar melhor o universo do romance e deixar claro onde o enredo é ficção e onde é baseado em realidade. 

Minha nota para o livro

7 comentários:

  1. olá *-*

    não conhecia esse livro me chamou atenção , acho que colocarei ele na lista infinita KKK para ler.. Adorei a resenha <3

    Bjss

    ResponderExcluir
  2. Oi Bia!!
    A história tem um enredo bem interessante!!
    Gostei do fato de misturar ficção e realidade e por ter capítulos curtos imagino que eu leria bem rápido!
    A capa está linda!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Não conhecia essa obra e nem o autor. A sinopse me chamou bastante atenção, porém o que gostei mesmo foi as suas considerações. Apesar de ler pouco fantasia, quando o autor conduz essa mistura de aventura e romance acabo me animando pra leitura.
    Vou anotar sua dica!

    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  4. Oi
    Eu gostei do livro, apesar de juvenil e não me interessar tanto, achei que faz um apanhado histórico bem interessante, mas lógico que só acho, pois não o li, talvez, lesse pra trabalhar me sala de aula.

    ResponderExcluir
  5. interessante essa parte do final explicando alguns fatos ocorridos na trama... curti a premissa,e gosto de histórias ambientadas nessa época...Inquisição sempre me atrai pra leitura...
    bjs ^^

    ResponderExcluir
  6. Achei interessante a mistura da realidade e ficção e o fato do autor dar a explicação no final. Apesar da trama envolvente, a leitura não está entre as minhas preferências. Mas, sei que fará sucesso entre os fãs do gênero.

    Beijo,
    Cidália.

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Jak parece ser um personagem bacana. Achei essa premissa parecida com TVD. No caso a série. A capa como um todo é interessante, mas fico desconfiada de enredos assim. Mas sou fã de fantasia e onde tem magia estou lendo.

    ResponderExcluir