23 de março de 2017

[Resenha] O Amor de Uma Vida

Título: O Amor de Uma Vida
Autor: Fábio Costa
Editora: Autografia
Páginas: 402
Ano: 2016
Leia a sinopse no Skoob
*Cortesia da editora


Resenha
Paulo Henrique é um homem simples e seguia sempre uma rotina. Mas um dia, como outro qualquer, ele viu a sua vida saindo do rumo e ficou sem saber o que fazer. Dividido entre o certo e o duvidoso, Paulo Henrique vai descobrir que o amor pode estar onde menos se espera e que nunca é tarde para amar. 
Funcionário público e com uma rotina tediosa, Paulo Henrique estava com o seu casamento marcado. A sua noiva, Flávia, é uma mulher confiante, totalmente independente, esforçada e um pouco (às vezes muito) controladora. O relacionamento deles ia bem, mas Paulo Henrique sentia-se um pouco pressionado pelo comportamento da noiva.

A ideia do casamento não era muito bem aceita por Paulo Henrique, ele gostava de Flávia mas não sentia que ela era o amor de sua vida e que teriam um casamento exemplar. Para falar a verdade, Paulo Henrique fazia o que todos esperavam que ele fizesse, a família e os amigos de ambos apoiavam o casamento e diziam que ela era a mulher ideal para ele. 
Em uma fila para o atendimento médico, Paulo Henrique conheceu Gabriela e o pouco tempo (minutos) que a viu já foi o suficiente para desencadear uma série de pensamentos que só o fizeram enxergar cada vez mais os defeitos de Flávia. De uma hora para outra ela começou a parecer mais chata, mais controladora, mais rabugenta, mais entediante, mais "qualquer coisa que não fosse parecida com Gabriela". 

Com o passar dos dias, Paulo Henrique pensava cada vez mais na jovem que encontrou na recepção e estava cada vez mais interessado por ela. Porém, ele não tinha nenhum contato dela e não fazia ideia de como encontrá-la, mas o acaso deu uma forcinha e eles se esbarraram algumas vezes. Paulo Henrique não queria trair a sua noiva mas continuar do jeito em que estavam não dava mais, ele deveria escolher entre continuar com a noiva ou correr atrás da menina por quem se apaixonou à primeira vista. 
"- Quer saber? Quer saber? - ela se levantou quase aos berros, mãos crispadas como se fossem garras. O rosto, preso numa convulsão, denunciava ódio - Foi melhor mesmo! Chega de Paulo Henrique na minha vida! Chega desse atraso! Eu mereço coisa melhor"
O noivado não foi para frente e Paulo estava livre para tentar conquistar a Gabriela. Ele enxergava nela todas as qualidade que sempre procurou em uma mulher e estava convencido de que eles eram perfeitos um para o outro. No entanto, não era bem assim que ela demonstrava pensar. Por mais que aparentasse se agradar da companhia dele as suas atitudes não deixavam claro quais eram as suas reais intenções. 
Minha impressão
Bom, é muito difícil falar sobre um livro que não tenha me agradado, mas a minha intenção não é prejudicar ou ofender o autor e a editora. Não mesmo! Vou apenas dizer a minha opinião

A primeira coisa que eu percebi no livro foi a maneira como o personagem fala e pensa sobre as mulheres, durante toda a trama isso me incomodou bastante. A impressão que eu tive é que Paulo Henrique estava procurando uma mulher "bela, recatada e do lar", pois em alguns momentos foi basicamente isso que ele falou. 

Outra coisa que não achei legal foi o Paulo Henrique ficar se atraindo por outras mulheres com frequência, mesmo estando noivo, mesmo dizendo ser louca e perdidamente apaixonado por Gabriela (que não era a sua noiva), ele via uma mulher diferente e se interessava por ela. 

O desenvolvimento da trama é bem lento, o autor divaga muito entre as ideias do livro e acaba se perdendo em vários momentos, quando volta ao assunto anterior ele já deu tantas voltas que é difícil lembrar o que estava acontecendo antes. O livro é narrado em primeira pessoa por Paulo Henrique e é praticamente um diário, o que poderia deixar a trama mais envolvente ou mais ágil, mas com tantas descrições e situações paralelas dentro de um mesmo capítulo (às vezes mesmo parágrafo) isso não acontece. 

Sobre o final da história eu senti que ficou meio perdido. O autor conduziu todo o livro de uma maneira e no final desfez tudo e apresentou um novo enredo e com isso ele desconstruiu toda uma imagem que foi montada para uma determinada personagem, as atitudes finais dessa personagem foram completamente incoerentes com a sua personalidade. 

Enfim, volto a dizer que essa é a minha opinião e o fato do livro não ter me agradado não significa que não vá agradar outras pessoas. 

Minha nota para o livro

9 comentários:

  1. Olá,

    Não conhecia o livro achei bem interessante sua resenha, quem sabe eu coloque na minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
  2. Oi Beatriz
    Olha só que coincidência, estou lendo este livro também!
    Sou parceria da Autografia e escolhi este livro porque adoro livros sobre relacionamentos.
    Só que ainda estou bem no começo, e por enquanto estou gostando.
    Creio que a leitura dependa muito do nosso momento e do timing de leitura.
    Que pena que não agradou. Vamos ver o que eu acho deste.
    Depois te conto
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá Beatriz, tudo bem?

    Poxa, é tão ruim quando realizamos uma leitura e não nos cativa, não é proveitosa, uma pena. Essa discrepância entre a condução de quase todo o livro em um nível para um final que não mantém a qualidade, que confunde o leitor, é algo complicado. Gostei da sua resenha, mas é isso o que falou, outros podem gostar ou não do livro, isso é o bonito dos livros. Não pretendo ler O Amor de Uma Vida e capaz de não indicar também. Por fim, essa edição tem um estilo clean, eu gostei disso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. oi,Beatriz... então... quando vi a capa, confesso que já fiquei de pé atrás,pois me remete a algo que não sinto interesse ou vontade... e como você bem colocou, a construção de enredo - a meu ver - não foi feliz... sem contar que essa busca do protagonista pela 'bela,recatada e do lar' é de doer...

    dessa vez passo a dica...
    bjs...

    ResponderExcluir
  5. Nossa, uma pena a leitura não ter funcionado.
    Quando vi a capa, até gostei, mas se for como falou, com certeza não conseguirei ler.
    Primeiro, porque o Paulo pareceu um tanto confuso e a paixão que ele sente por Gabriela é um tanto imediatista - aliás, odeio essa coisa de amor a primeira vista.
    E segundo, porque a história toda é confusa. Lógico que só lendo para saber, mas a primeira impressão que me causou não foi das boas, quem sabe em outro momento.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?
    Que pena que a leitura não te agradou. É bem chato quando isso acontece :/
    Gostei muito de você ter sido sincera na sua resenha e acho que você soube justificar os motivos de não ter gostado. Confesso que quando li que o interesse do protagonista por Gabriela surge em minutos, já percebi que eu também não gostaria da leitura. Além disso, senti que ele tem alguns estereótipos que me incomodam muito em personagens masculinos.
    Definitivamente, não é uma leitura que me atraia.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi Bia!
    Nem conhecia o livro e vou passar longe!
    Este enredo é algo que eu não iria gostar e me irritaria muito!
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Olá,

    Não conhecia o livro achei bem interessante sua opiniao, bem sincera.
    É tão chato quando lemos algo que não nos agrada, ou o autor se perde.
    Pelo título e pela capa eu leria, mas sua resenha me deixa em duvida.!

    Beijos

    ResponderExcluir