27 de janeiro de 2017

Pânico na Viagem

Essa é a história de como dez jovens viram suas férias se transformarem em um pesadelo. Um grupo de estudantes quis curtir um pouco antes das aulas da faculdade começarem, planejaram uma viagem dos sonhos. Mas a viagem não aconteceu como eles queriam, desde a manhã do grande dia, as coisas começaram a dar errado. Uma das jovens chegou a dizer que eram sinais, mas ninguém deu ideia, afinal, eles queriam se divertir.

Logo pela manhã, um engarrafamento gigantesco fez com que ficassem presos no trânsito por horas, o motivo: Um acidente envolvendo um carro e uma moto, que deixou dois mortos e três feridos. Quando finalmente chegaram no aeroporto, já haviam perdido o voo e precisaram comprar outra passagem, com um valor bem mais alto, para a noite. 

Enquanto esperavam pelo embarque, um dos amigos escorregou no piso molhado e ficou com o tornozelo inchado. O dia passou e chegou o momento de embarcarem, a viagem seria de doze horas e estavam ansiosos para realizarem os seus sonhos. Mas em algum momento, algo deu errado. O avião entrou em turbulência, os passageiros se desesperaram e as comissárias de bordo tentavam acalmá-los.

Embora os pilotos soubessem o que deveriam fazer, falhas no sistema impediam que algumas medidas fossem realizadas. Um pouso de emergência era necessário e, para a sorte deles, estavam sobrevoando o Arizona e uma grande região desértica estava logo abaixo. Não foi fácil, o pouso forçado deixou muitos feridos e o impacto foi forte, provocando a morte de alguns passageiros. Os sobreviventes estavam apavorados. Os dez amigos se feriram, alguns gravemente, mas não teve nenhuma morte no grupo. 

As próximas horas foram de pura agonia, estavam machucados, necessitando de cuidados médicos, alimentos e descanso, mas estavam presos em um deserto e sem saber quando chegaria o socorro. O resgate não demorou muito para chegar, mas para os passageiros, pareceu uma eternidade. 

Ainda hoje, anos após o acidente, o grupo de amigos lembra de cada detalhe. Precisaram de acompanhamento psicológico e, depois de algum tempo, conseguiram seguir em frente. Cada um com a sua vida, cada um com os seus objetivos. Mas todo ano, na data do acidente, eles se reúnem para comemorar a chance que tiveram, eles comemoram o segundo aniversário. Por mais que tenham partido para caminhos diferentes, a amizade entre eles continua firme e sempre terão na memória o dia em que viram a morte de perto e escaparam dela.  

Uma viagem inesquecível, mas não pelos bons momentos e sim pelo terror que viveram. 
Esse texto faz parte do projeto Pena & Tinta 
Pena & Tinta é um projeto de escrita criativa com o objetivo de criar textos (crônicas, contos, poesias, relatos pessoais etc) mensalmente em cima de temas predeterminados. Você tem um blog e quer fazer parte do projeto? Legal, vem que a gente te espera aqui.

Um dos temas de janeiro era "Na estrada", onde os participantes deveriam escrever sobre viagens inesquecíveis. 

Espero que tenham gostado e quem quiser participar também, será bem-vindo no grupo. É uma experiência super legal e estou curtindo muito. Até a próxima! 

16 comentários:

  1. Eu costumo viajar sempre com meus amigos!graças a Deus nunca passamos por nenhuma turbulência nem transtornos rs!A crônica ficou show de bola nunca tinha visto nada a respeito deste projeto pena e tinta!vou procurar saber mais sobre, parabéns pelo post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou do texto e do Pena e Tinta.

      Excluir
  2. Oie eu costumo a viajar sempre que posso , já aconteceu algumas coisas comigo , achei super diferente e gostei bastante desse projeto segui seu blog :)
    http://jesscastrojc.blogspot.com.br/ bjs

    ResponderExcluir
  3. Esse texto me lembrou aquele filme Premonição, me deu até medo..
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, verdade, não tinha percebido isso mas lembrou mesmo Premonição

      Excluir
  4. Oi Bea,
    Gostei muito do teu texto, gosto da clareza com que tu escreve, adorei a ideia do grupo solicitei participar lá, vou ver se dá tempo de participar esse mês ainda,
    Beijoooos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kris, obrigada <3 Fiquei feliz em saber que você gostou!!!
      Obaaa, participa do grupo sim, eu gosto muito.

      Excluir
  5. Não conhecia esse projeto, adorei o texto, me lembrou alguns filmes de suspense!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Está bem interessante acompanhar esse projeto. Gostei desse conto trágico e parabéns ao autor (a).
    Tem coisa que acontece antes de um fato que vai ficar para sempre na memoria que depois que passa ficamos pensando e se ao machucar o tornozelo eu tivesse desistido e isso sem contar os imprevistos antes de chegarem ao aeroporto. Mas a vida é assim cheia de seus "ses"

    ResponderExcluir
  7. Olá amore,
    Adorei seu texto e até o projeto me chamou muito a atenção, mas como já estou participando de outro, acho melhor ir com calma....
    Parabéns pela escrita, muito delícia de ler.
    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá, que pena que a viagem dos amigos tomou um romo tão tenso, hein? Felizmente todos ficaram bem no final, ao que parece. Gosto muitos de histórias curtas.

    ResponderExcluir
  9. Olá Beatriz, tudo bem?
    Eu não conhecia esse projeto, achei o texto super bacana e me chamou atenção. Gostei desse conto e também que no final ao que parece, todos ficaram bem!
    Parabéns pelo texto e pela publicação!

    ResponderExcluir
  10. Caramba, infelizmente foi mesmo inesquecível, pena que não de uma forma positiva.
    Parabéns pelo texto.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi Bia!!
    Acho esse projeto nem legal e adorei o seu texto!! Já esperando os próximos!
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Olá. Quando comecei a ler ia perguntar se isso de fato aconteceu de verdade, pois sua escrita deixou tudo muito verdadeiro, principalmente a finalização. Meus parabéns um texto muiito bem escrito, leitura fluida, fiquei vidrada, adorei o projeto, vou dar uma olhadinha lá.
    bjs

    ResponderExcluir