14 de julho de 2015

[Resenha] Tempestade de Areia

DE KAREN SOARELE


Título: Tempestade de Areia
Autor: Karen Soarelle
Editora: Autora independente
Páginas: 308
Ano: 2013






Tempestade de Areia é o segundo livro da série Crônicas de Myríade, o primeiro é Línguas de Fogo e você pode conferir a resenha aqui. O livro começa com a fortaleza da Resistência sendo atacada pelo exército de Vulcannus e os guerreiros se vêem sem saída, a única maneira de conseguir escapar e ter alguma esperança é partir em retirada e abandonar a fortaleza, uma estratégia arriscada mas que nas atuais condições é a melhor. Recheado com boas aventuras e batalhas sangrentas Tempestade de Areia é uma história para quem procura um livro incapaz de soltar até terminar a leitura, apesar de ter 308 páginas você consegue ler bem rapidinho instigado pelo desejo de saber o que vem adiante. Embarque comigo e viaje pelas terras de Myríade.

Devastados pelo ataque de Vulcannus a resistência opta por abandonar a fortaleza e se separam com a promessa de se reencontrarem, Marian e Desmond saem em busca de aliados enquanto Asling (minha personagem preferida) e Dharon seguem em busca da avó de Asling que lhes enviou uma mensagem, os demais integrantes da resistência partem em pequenos grupos (para não chamar atenção) por diferentes caminhos.

Asling e Dharon vão acompanhar dois soldados e um deles está encarregado de entregar um importante pergaminho que contém algo que pode mudar o rumo da guerra, porém nenhum deles sabe o seu conteúdo, depois de um certo tempo de viagem eles acabam chegando na chamada Cidade Ponte onde enfrentam o primeiro imprevisto da jornada, com um trágico acontecimento Asling e Dharaon se separam e a jovem se vê responsável por entregar o pergaminho, Asling é uma jovenzinha muito determinada e corajosa, sabendo que o destino de toda a Hynneldor pode estar no pergaminho ela não mede esforços para entregá-lo. Porém o destino não está em seu favor e muitos imprevistos acontecem durante o caminho.


Enquanto Asling e Dharon estão separados e em sua própria missão, Marian e Desmond estão enfrentando todo o frio das montanhas em busca de uma ajuda que para muitos não passa de uma lenda, os Grandes Lobos da Montanha, Marian é uma líder destemida e não se deixa abater, sempre carrega em eu peito a resistência e é capaz de dar a própria vida pelos seus ideais e amigos, ao se depararem com uma jovem exatamente igual a Asling, Desmond deixa Maria alguns metros atrás e começa a seguir a garota ( um tremendo erro), agora separados Desmond está diante dos Grandes Lobos e eles não são nada amigáveis, mas o forte Mago do Fogo e do Vento (assim que ele é conhecido) apesar ter se enfiado em uma baita enrascada vai contar com a ajuda de uma pessoa que não posso revelar quem é, mas quando acontecer fiquem de olho nela pois a personagem promete!

Enquanto a história dos heróis é revelada aos poucos podemos acompanhar também a terrível vilã Kendra, uma pistro cruel que não tem quaisquer sentimentos bons e se mostra cada vez mais desalmada, a tal megera é capaz de abandonar seu filho recém nascido para atender aos caprichos do rei de Vulcannos (o menino é filho do rei que desde que soube de sua existência exigiu que Kendra se livrasse da criança). Por todo caminho que a vilã percorre acompanhamos desgraças e mortes, onde quer que ela chegue sua simples presença é capaz de provocar tumulto e ela faz questão de mostrar quem está no poder. Mas até a coronela tem seus próprios sofrimentos (não que isso a faça boazinha ou digna de pena), durante a trama ela precisará se livrar de um imprevisto no seu caminho e arquiteta um plano aparentemente infalível.


Tempestade de Areia ainda nos apresenta Kaled que se tornará um verdadeiro aliado para Asling e a protegerá de tudo o que  possa colocá-la em perigo. O novo personagem ganhou meu respeito e digo que merece uma atenção especial, Kaled prova que é um guerreiro sábio e no momento em que seus amigos mais precisam dele a decisão que toma é extremamente importante para o rumo em que a guerra vai tomar. 

Karen conseguiu escrever o segundo livro das Crônicas com maestria e muitos detalhes, inclusive existem algumas ilustrações pelas páginas que nos permite adentrar ainda mais em Myríade e a imaginação voa livremente. São muitas aventuras e detalhes que seria impossível falar mais sem spoiler, mas posso alertar de coração partido que em meio a muitas tragédias, uma se sobressai , uma terrível baixa que vai abalar não somente o coração dos personagens mas também do leitor, fiquei chocada com a autora por ter tido tamanha insensibilidade para com seus leitores ( rs mas faz parte kkkk karen brincadeirinha!).

Indico a leitura e estou ansiosa pelo terceiro livro da série. Myríades é um universo tão imenso e cheio de possibilidades que Karen precisou escrever alguns pergaminhos perdidos, que são pequenas histórias que podem ser lidas fora de ordem e contam novas aventuras com novos personagens em diferentes épocas, aqui no blog já fiz a resenha de um deles, A Rainha da Primavera e você pode ver clicando aqui
" O passado é imutável, mas o futuro depende de nossas escolhas."

Encontre a autora nos links aqui embaixo:


Nenhum comentário:

Postar um comentário