12 de maio de 2015

[Resenha] Primeiro Amor

DE JAMES PATTERSON E EMILY RAYMOND



Primeiro Amor é um livro com um romance adolescente, mas por algum motivo fiquei com a sensação de que faltou alguma coisa. Logo na dedicatória do livro, somos apresentados a um fato que mostra o que estar por vir e o que esperar do livro,confesso que quando terminei de ler, fiquei confusa quanto à dedicatória, parece que inverteram um pouco as coisas! o livro todo tem um certo humor, que faz a leitura soar como infantojuvenil, em alguns momentos ficou até meio chato de ler, achei desnecessário certos pontos do livro, como algumas atitudes meio adolescentes e irritantes dos protagonistas, mas espera aí, não são dois adolescentes?!  são sim, mas achei muito forçado para soar engraçado e jovem, não estou dizendo que é um livro ruim, pelo contrário, é um bom livro com um romance puro e bonito, vale a pena ler, gostei bastante do livro apesar dos pontos negativos, bom, vamos falar mais sobre ele então.

Axi Moore é uma adolescente toda certinha e estudiosa, adora ler ( ela fica recitando frases de livros um bom tempo ) e gostaria de um dia escrever o próprio livro, já o Robinson é totalmente o oposto dela ( parece mesmo que os opostos se atraem ), ele é um adolescente um pouco rebelde, largou a escola e é encantador, todos gostam dele, inclusive Axi, embora não saiba disso ainda. Um certo dia, depois de muito pensar, Axi decide abandonar tudo e fugir de casa, não exatamente fugir, mas sair por aí viajando com uma mochila e uma pequena economia, a vida dela não andava boa e ela se cansou, então recruta seu melhor amigo e juntos embarcam em algumas aventuras.
Eles começam a viagem de uma forma que Axi não esperava, roubam uma moto ( à princípio seria só a moto ) e vão viajando e se entregando à loucura! junto com a viagem eles descobrem o amor, mas que estava guardado dentro deles, só que nenhum dois dois tinha coragem de revelar. Eles vivem bons momentos juntos e seguem o roteiro que haviam planejado, mas em algum momento do livro, algo inesperado ( para eles, pois para nós leitores, já estava na cara, lembra do que eu falei da dedicatória? ) acontece, a viagem deles muda de direção, eles precisam fazer uma parada e o último ponto do trajeto deles chega antes do previsto. Foi aí que o livro ficou mais interessante, logo no final, foi emocionante, não fiquei chorando, nem nada parecido, mas foi tocante! achei uma história muito bonita, o que a fez diferente de outros livros bem parecidos com esse, foi o fato de ter sido baseada na vida do próprio autor, com o seu primeiro amor adolescente, aliás o livro é dedicado à ela.
Primeiro Amor  tem um romance leve, com uma leitura agradável, os capítulos são rápidos e os personagens.. bem os personagens poderiam ter sido melhor explorados, menos coisinhas adolescentes e mais seriedade, é uma história real e bonita, os autores poderiam ter explorado mais esse ponto, mostrar a beleza da história ao invés de mostrar o lado adolescente dos personagens, mas recomendo o livro, é bonitinho e até mesmo apaixonante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário