9 de maio de 2017

[Resenha] Por Você Eu Faço Tudo

Título: Por Você Eu Faço Tudo (Livro 03)
Autora: Elizabeth Bezerra
Editora: Bezz
Páginas: 504
Ano: 2016
Leia a sinopse no Skoob
*Cortesia da editora


Resenha
Paige é uma jovem que já sofreu muito no passado mas hoje tenta viver da melhor maneira possível. Embora passe por algumas dificuldades ela não se deixa abater e sempre batalha para conseguir o que quer. Richard descobriu que estava sendo traído por sua noiva e resolve não ser mais o cara certinho que todos conhecem. Os caminhos dos dois se cruzam e Richard fará uma proposta que ajudará Paige com seus problemas, mas as coisas mudam quando o plano entra em prática. Continue lendo a resenha e saiba mais sobre a obra.
NÃO CONTÉM SPOILER DOS OUTROS VOLUMES
Atualmente, Paige mora em um prédio que está praticamente caindo aos pedaços e trabalha como dançarina em um clube noturno. O dinheiro que pega mal dá para pagar as contas então ela está sempre aceitando alguns bicos. A melhor amiga de Paige, a Jennifer, mora no mesmo prédio e as duas se ajudam e seguram as pontas uma da outra.

Mas se a situação está ruim para ela hoje em dia, há alguns anos já foi muito pior. Paige foi abandonada pela mãe e cresceu em um orfanato, depois, quando precisou se cuidar sozinha, passou por momentos muito difíceis. O pior de todos foi descobrir que a sua melhor amiga e o seu namorado a roubaram e fugiram juntos, justamente no dia em que havia acabado de perder o emprego. Ela ficou destruída, mas teve que juntar os seus caquinhos e encontrar um novo emprego e um novo lugar para morar.
Richard é membro de uma das famílias mais tradicionais de Nova York, é um homem lindo e sensual, rico e está no controle dos negócios da família com o seu irmão. A vida dele era bem regrada e Richard sempre fazia aquilo que os outros esperavam dele. Richard e Patrice estavam juntos há muito tempo e por achar ser o certo, ele decidiu pedi-la em casamento; mesmo o relacionamento entre eles sendo totalmente frio e metódico.

No dia em que ele faria o pedido, descobriu que Patrice o estava traindo. Esse episódio foi o estopim para que ele libertasse o bad boy dentro dele. Richard resolveu dar voz aos próprios pensamentos e a fazer aquilo que tinha vontade. Certa vez, foi em um clube noturno e uma das dançarinas lhe despertou interesse.
Paige é dançarina de boate mas não sai com clientes, é comum que a confundam com uma prostituta e ela sempre deixa bem claro que não é; quando o Richard se interessou por ela não foi diferente. A mãe dele o estava pressionando para voltar com a Patrice e esquecer a traição, quando Richard conheceu Paige ele pensou em contratá-la para fingir ser a sua noiva, além da atração que sentiu por ela, claro.

Por tudo o que Paige já sofreu, ela é desiludida e bem durona. Ela também se atraiu por ele mas não deixa isso transparecer, prefere aceitar o contrato e fingir ser a noiva dele mas com a condição de que eles não tenham intimidades. Com o passar do tempo eles vão percebendo que os sentimentos de um pelo outro vão além do contrato e que poderiam ser um casal de verdade. Mas são tantas barreiras que eles enfrentam fingindo serem noivos que se fossem mesmo talvez não desse certo.
Minha impressão
Esse é o terceiro volume da série New York e interrompe a história de Neil e Jennifer para mostrar a história de Paige e Richard (será para deixar os leitores mais curiosos para ver o que aconteceria com o outro casal?). O mais legal é que esse livro acontece dois anos antes do final do segundo volume e é justamente quando a série começa! Então nós podemos ver Paige e Richard mas também temos outra visão sobre os acontecimentos dos volumes anteriores. Eu gostei muito de poder acompanhar os acontecimentos dos volumes anteriores pela visão da Paige. 

Eu já gosto da série e a escrita da autora é mesmo muito envolvente, é fácil de acompanhar o ritmo. Mas mesmo tendo gostado, a personalidade do Richard me incomodou em muitos momentos da leitura. Já no começo do livro ele diz que mulher é tudo igual, que basta uma boa conta bancária e elas fazem tudo. Então eu já comecei a ler meio desconfiada com ele. No decorrer da trama o Richard se mostra cada vez mais machista e controlador, acha que a Paige é propriedade dele e que ela tem que fazer o que ele quiser. Mas depois de um certo ponto ele entendeu que ela não lhe deve obediência e que é dona da própria razão.

A Paige é uma doidinha, super alto astral. Ela fala o que quer e não se importa com quem vai ouvir e nem com o estrago que as suas falas podem provocar. Gosto bastante dela! Achei bacana o desenvolvimento dela em ralação ao Richard durante a trama e o seu posicionamento sobre ele ser tão possessivo. 

É uma série de livros eróticos e com muitas cenas hot, só que eu achei que nesse livro teve bem mais do que nos volumes anteriores e chegou um momento que ficou cansativo, mas não ao ponto de atrapalhar a leitura para querer parar de ler, a trama é instigante e a escrita da autora é bem fluída. 

Enfim, eu gostei do livro mas certas atitudes do Richard me incomodaram um pouco no começo da leitura. Mas é um bom livro e agora eu estou curiosa para ler os próximos volumes. Claro que o casal me conquistou e o final foi bem amorzinho. 

Minha nota para o livro

10 comentários:

  1. Para quem gosta desse género de leitura, parece a série parece bastante interessante.
    http://livrosepapel.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Oii, tudo bem?
    Confesso que a obra não me chamou muito a atenção, achei bem clichê isso de "garota pobre encontra cara rico" e o gênero está longe de ser o que curto. Fico feliz que você tenha gostado e de ver que Paige tem um passado mais perto da realidade que muitos sofrem.
    Infelizmente, vou passar a dica, pois, como falei, não curto o gênero, mas vou indicar para as minhas amigas que curtem.

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Eu só li o primeiro livro da serie e curti leitura. Concordo que a escrita da autora é fluida, mas alguns pontos na historia ( pelo menos no primeiro livro me incomodou um pouco) Espero ter a oportunidade de ler esse em breve e tirar as minhas próprias conclusões.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. OOi!
    Amooo o gênero, mas parece que sempre os caras tem esse mesmo estilo: possessivo super protetor babaca. PORQUÊ? Me diz! kkkk Sério... Desnecessário. Inclusive, em muitos dos livros que leio esse acaba sendo o motivo de não ganharem nota máxima. Parece até que estraga a leitura de certa forma.

    ResponderExcluir
  5. Por mais que as capas sejam bonitas esteticamente, as fotos são bem apelativas, o que me incomoda em extremo. Só por causa disso já perdi totalmente o meu interesse em conhecer a série. Gostei muito da sua resenha e de saber a sua opinião. Estarei acompanhando o seu blog!
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  6. Que bom que no decorrer da história o protagonista foi tendo outras atitudes. Não suporto mais personagens machistas que não são desconstruídos ao longo da narrativa. Ou que são apresentados de forma romantizada.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olaaa, adorei sua opinião sincera sobre o livro, dessa vez deixo a dica passar, quem sabe na próxima a obra me agrade mais, essas realmente não me chamou muita atenção.
    Boas leituras

    ResponderExcluir
  8. Olá, ja ouvi falar da série, mas infelizmente não gosto muito do genero e a sinopse ta,bém não me agradou, vou passar a dica!

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem? Nunca tinha ouvido falar da série e da autora, porém fiquei fascinada. Tem todos os elementos que adoro em um romance e com certeza dica anotada. Adorei a resenhas em spoilers <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Me parece o tipo de leitura leve e nova que tenho procurado. Tô num momento de finais felizes hahaha gostei. Vou ler.

    ResponderExcluir