[Resenha] Coragem

28 de maio de 2020

Título: Coragem
Autor: Raina Telgemeier
Editora: Intrínseca
Páginas: 224
Ano: 2020
Adicione ao Skoob
*Cortesia da editora
Sinopse: Fenômeno da literatura jovem atual, a cartunista Raina Telgemeier recria com sensibilidade e humor as ansiedades de sua infância
A jovem Raina está com um probleminha. Ela acordou com uma dor estranha na barriga. Sua mãe também, então talvez seja só uma virose. Até aí tudo bem, acontece. É só descansar. No entanto, quando Raina volta para a escola, surgem mais problemas. A tal dor causa um enjoo que não passa, e agora ela está cheia de preocupações: medo de comer, de perder as amigas, dos trabalhos da escola e de uma palavrinha em especial, um terror que começa com a letra “v”. Para completar, ela tem que lidar com a família caótica e com uma menina que vive implicando com ela, além dos colegas de turma, que só querem saber de nojeiras.
Cada dia traz um novo receio para Raina. Ela só tem 10 anos, e talvez seja um pouco complicado lidar com tudo isso sozinha. Felizmente sua família percebe que há algo avassalador e paralisante tomando conta dela: a ansiedade. Então, com a ajuda dos pais e da terapeuta, Raina vai descobrir que uma dorzinha pode esconder nossos maiores medos, e que é preciso coragem para dominá-los.
Em Coragem, a premiada cartunista Raina Telgemeier traça, com base em suas experiências, os desafios de crescer. Em uma edição belamente ilustrada e colorida, o livro explora todo o desconforto do amadurecimento e mostra como o medo e a ansiedade afetaram a infância da autora.
Resenha
O colégio pode ser uma época muito difícil em nossas vidas, quem nunca passou por um momento traumatizante nessa época que atire a primeira pedra. Podem ter sido comentários maldosos dos demais alunos, uma situação constrangedora, ou qualquer outro evento, mas o fato é que todos nós já tivemos episódios na escola que não nos fizeram bem e nos lembraremos deles por muitos anos.

A pré-adolescência e a adolescência são períodos marcados por muitas mudanças, nosso corpo está em transformação, temos descobertas a todo o momento sobre diversas áreas e tudo isso em meio às provas da escola e uma pressão enorme sobre o que queremos para o nosso futuro quando nem sabemos ainda o que estamos fazendo nesse mundo (aliás, se alguém aí tiver essa resposta, favor compartilhar!).
Raina está com dez anos e começando o sexto ano na escola, muitas coisas a estão assustando demais, ela está com tanto medo que a barriga dói sem parar, a mãe de Raina a levou ao médico e a resposta foi que a jovem é muito saudável, que não há nada errado com ela. Mas por que a barriga de Raina dói tanto? Por que ela sente tanto medo? Raina é uma menina como outra qualquer, teme coisas normais para a sua idade, como passar vergonha na frente da turma, perder as amigas, se dar mal nas provas... mas também está com muito, muito, muito medo de vomitar. Só a menção à palavra vômito a deixa enjoada.

Então a mãe de Raina a leva em uma terapeuta, e Raina não conta para ninguém que está fazendo terapia. No começo ela nem entende ao certo o que foi fazer lá, com o passar do tempo descobriu que a terapia estava ajudando mesmo, mas não pode contar para ninguém porque está com medo de que suas amigas achem que ela é esquisita. A terapia é um longo processo e a sua terapeuta dá umas dicas muito legais e incentiva Raina a tentar superar os seus medos e não apenas fugir deles.
Raina tem medo até de comer porque pensa que vai se sentir mal com a comida e vai acabar vomitando. Até parou de compartilhar seu lanche na escola, quando alguém pede um pouco de alguma coisa ela dá tudo e diz que não está com fome, mas a verdade é que ela está com medo de que a pessoa não tenha lavado as mãos corretamente e que possa ficar doente e acabara VOMITANDO. Ela sente fome, mas não quer arriscar comer e passar mal e isso preocupa os pais dela cada vez mais.

Para piorar, na escola tem uma garota muito má que vive implicando com Raina e o professor nãopercebe isso e ainda pede que Raina seja mais compreensiva com a menina. É tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo, Raina se sente presa sem conseguir sair do próprio medo e a barriga dói e o medo de vomitar aumenta e a ansiedade parece incontrolável. É muito ruim.
“Você sabe que só tem controle sobre si mesma, não sabe? Existem coisas que você simplesmente não tem como controlar!”
Minha impressão
Coragem é uma HQ autobriografica na qual Raina Telgemeier conta algumas de suas lembranças da época do colégio onde ela sofria com dores de barriga fortíssimas e crises de ansiedade. Ela tinha muito medo de vomitar e até a palavra vômito a deixava enjoada, e isso desencadeava outros medos, como: medo de comer para não passar mal e vomitar, medo de entrar em casa porque o irmão estava doente, medo de beber água no bebedouro da escola ou dividir o lanche por não sabe se as amigas tinham lavado as mãos... eram tantas coisas, tantos medos.

Os pais de Raina e levaram para fazer terapia e isso ajudou, a terapeuta conversava com ela sobre tudo e a fazia se sentir confortável, quando passou a confiar na terapeuta a Raina começou então a contar coisas íntimas sem nem perceber e assim a terapeuta podia ajudá-la a enfrentar os seus medos. A escola era um ambiente propício a deixá-la ansiosa e com medo, se não bastassem todos os trabalhos e provas, ainda tinha uma garota que implicava com ela o tempo todo. E Raina também começou a se sentir excluída, as meninas estavam formando grupinhos para ir ao banheiro, falando sobre coisas que ela não entendia e só sabia que tinham a ver com puberdade, mas ela nem entendia direito o que isso significava.

Coragem é uma obra inspiradora e que só tem a nos acrescentar com as suas mensagens. Eu gostaria muito de ter lido esse livro quando era mais nova, mas foi uma experiência enriquecedora realizar a leitura agora. Embora Raine nos conte sobre os seus medos, as lições que podemos tirar com essa obra são que precisamos enfrentar os nossos medos, que não temos controle sobre tudo e que muitas coisas não dependem de nós. E que está tudo bem se sentir mal, é normal. Que não há o menor problema em pedir ajuda, em precisar de terapia. Que precisamos falar sobre como nos sentimos. É preciso coragem para isso. E essa é a grande mensagem da HQ! Coragem. É preciso ter muita coragem para expressar como nos sentimos. E ao fazer isso, outras pessoas podem se identificar também. Sim, é uma obra voltada para o público juvenil, mas suas mensagens são para todas as idades, é uma obra que recomendo para todos os públicos. É, também, um ótimo presente, fica a dica.
Minha nota para o livro

6 comentários:

  1. Que livro mais fofo, já quero ele! Quero ler e passar pros pequenos da família também. Fala sério, minha vida do quinto ao sétimo ano foi horrível, se tivesse um livro tão bom assim pra mim ler seria ótimo. Realmente acredito que dá para tirar muitas coisas boas dele.
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
  2. Eu passei por momentos difíceis na escola, minha professora colocava um chapéu com orelhas de burro em mim e me deixava no canto da parede, hoje dou risada, mas é bem tenso isso. Adorei a proposta de Coragem e vou procurar para ler.

    ResponderExcluir
  3. Eu acho essa HQ tão linda! Tanto por conta do traço como também pelo tema. Estou vendo tantas opiniões positivas e relatos incríveis que estou bastante animada para ter a minha edição e lê-la logo. Sua resenha só aumentou ainda mais o meu desejo por ela.

    www.sonhandoatravesdepalavras.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem? Eu me apaixonei por essa HQ desde que soube do seu lançamento, e fiquei super curiosa para ver como seriam as resenhas em torno. Assim como você pontuou, só vejo elogios, por isso não vejo a hora de lê-la. Amei saber mais sobre e o que achou, e com certeza dica anotada!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oiii termineir minha leitura dessa hq recentemente e confesso que gostei bastante, achei o relato em sí simples mais o trabalho de forma geral foi incrível!

    ResponderExcluir