25 de abril de 2017

[Resenha] O Sol Também É Uma Estrela

Título: O Sol Também É Uma Estrela
Autora: Nicola Yoon
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Ano: 2017
Leia a sinopse no Skoob
*Cortesia da editora


Resenha
Natasha e Daniel se conhecem em um momento difícil. Ela será deportada para a Jamaica em menos de 12 horas, ele tem uma entrevista marcada para admissão em uma grande universidade mas não é o seu sonho, é o sonho de seus pais. Por mais improvável que seja, o amor os encontra e eles passarão juntos por um dia que ficará para sempre na memória de ambos. Continue lendo a resenha e saiba mais sobre a trama.
Natasha está nos Estados Unidos desde os seus oito anos de idade. A família mora no país ilegalmente e há alguns meses o seu pai se envolveu em um acidente de trânsito enquanto estava bêbado e isso gerou problemas para a família. Agora ela tem menos de um dia para tentar encontrar uma solução, Natasha não quer abandonar a sua vida, não consegue aceitar o fato de ter que ir para um país desconhecido e sem amigos.
"-Não diga que vou ficar bem. Eu não conheço aquele lugar. Estou aqui desde os 8 anos. Não conheço ninguém na Jamaica. Não tenho sotaque. Não conheço a minha família de lá, pelo menos não como a gente deveria conhecer a família. Estou no último ano do colégio. E o baile de formatura, a cerimônia e meus amigos?"
Durante toda a semana ela foi Serviço de Imigração e Cidadania dos Estados Unidos (USCIS), Natasha está desesperada e tenta fazer tudo o que está ao seu alcance para impedir a deportação. Na sua última chance ela recebe a mesma resposta, a deportação está mantida. Mas alguém lhe dá o telefone de um advogado conhecido como "solucionador" e um fio de esperança surge para ela.
"Ninguém quer acreditar que a vida é aleatória. Meu pai diz que não sabe de onde vem o meu ceticismo; mas não sou cética. Sou realista. É melhor ver a vida como ela é, e não como a gente quer que seja. As coisas não acontecem por algum motivo. Simplesmente acontecem."
Daniel é descendente de coreanos, ele e o seu irmão são americanos mas a família é muito tradicional e rígida. O que os seus pais querem é que ele entre para Yale e seja médico. Só que Daniel gosta mesmo é de escrever poemas, ele é um sonhador, um romântico e não consegue dizer aos pais que ser médico não é o seu sonho e sim o deles, ele simplesmente aceita.

Daniel tem uma entrevista marcada com um ex-aluno que pode recomendá-lo, se for bem na entrevista ele poderá ser aceito em Yale. Ele sai um pouco mais cedo de casa e uma série de fatores contribuem para que ele e Natasha se esbarrem pelo caminho. Um trem, a mochila dela, uma loja de música, um motorista... Uma segurança, uma palavra, um telefonema, um acidente... Tudo está relacionado ao tempo. milésimos de segundos fazem a diferença.
Quando os dois caminhos se cruzam, Daniel sabe que algo está para acontecer. Ele sente que a Natasha é diferente, sente que eles dois se encontrarem não é mero acaso. Daniel sabe que está diante da mulher de sua vida, sabe também que soa muito clichê dizer que se apaixonou por ela à primeira vista mas não se importa com mais nada. Ele quer apenas que ela acredite e lhe dê uma chance. Só que Natasha não acredita no amor e em nada que a ciência não possa provar.

Mas o maior problema não é a sua descrença, é a sua deportação. Ela fala que ele não pode se apaixonar por ela, fala que não acredita no amor, fala que sua vida é complicada e nada disso o impede de tentar. Eles acabam passando o dia juntos e quanto mais o tempo passa mais Natasha percebe que poderia se apaixonar por ele.
"Sei que não existe isso de 'feitos um para o outro', no entanto fico imaginando se talvez não esteja errada."
Minha impressão
Que livro lindo! Já no começo da leitura eu fui completamente envolvida pela trama, os dramas de Natasha e Daniel são bem diferentes mas totalmente reais e a autora descreveu cada detalhe de  uma maneira que é impossível não sentir uma proximidade com os dois, uma cumplicidade. Da metade do livro para o final eu não consegui interromper a leitura e li de uma vez. E o final! Lindo, lindo, lindo! 

Com Natasha nós acompanhamos as dificuldades de ser um imigrante ilegal; com Daniel acompanhamos como é ter nascido nos Estados Unidos mas ser descendente de coreanos. Natasha é negra e recentemente assumiu o cabelo afro, ela se sente bonita assim mas a maioria das pessoas acha que ela deveria manter o cabelo liso, inclusive a sua mãe. Daniel gosta de ser como é, mas o seu irmão não gosta da parte coreana e faz questão de ser um "insuportável" com os pais e com Daniel principalmente, que é o irmão mais novo. 

Os capítulos são bem curtinhos, a maioria é narrada em primeira pessoa e alterna entre a visão de Natasha e Daniel, mas alguns são em terceira pessoa mostrando outros pontos da história. 

O enredo nos presenteia com um pouco sobre outras culturas e também nos proporciona alguns momentos de reflexão. O final me deixou com o coração partido mas logo depois me encheu de esperanças novamente. 

Minha nota para o livro

15 comentários:

  1. Meninaaa, eu estou louquinha pra ler esse livro! Até hoje não li nenhum livro da autora, mesmo sendo completamente apaixonada pela premissa desse e de Tudo e Todas as Coisas. Olha, desse semestre não passa. irei arruma ruma brecha para os dois. kkkk Espero também amar e ser envolvida por esse leitura! <3
    Beijoos!

    ResponderExcluir
  2. Oie amore,
    Desde a primeira vez que vi essa capa, fiquei D4 por esse livro... já quero... Na verdade recebi em pdf de uma amiga... mas tenho certa dificuldade de ler em e-book... mas quem sabe...
    Ao ler sua resenha minha vontade de ler o livro aumentou ainda mais!
    Final com coração partido OMGGG!!!

    Beijokas!

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Conhecia a autora de outro livro que ela lançou pela Novo Conceito e só via elogios para ele. Com essa lançamento da Arqueiro fiquei com mais vontade ainda e tenho altas expectativas para leitura. Primeiro porque ela dá voz a minoria que sempre é deixada de lado nos livros e segundo porque os temas também são pra lá de interessantes. Adorei!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá! Eu também tive o prazer de ler este livro. A história é tudo isso que você citou. A gente amplia o nosso olhar a partir da experiência de Daniel e Natasha e de tudo que eles desencadeiam, voluntaria ou involuntariamente. É um dos melhores que li até agora neste ano. Que bom que você também gostou! Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Oie!
    Eu li esse livro e adorei!
    A narrativa da autora é tão fofinha, e achei bem diferente a forma como foi contando a história. Com certeza um otimo livro para ler e reler a todos os momentos.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  6. Oi, Beatriz
    Todos amam o desfecho desse livro e tenho muita curiosidade em saber porquê. Que bom que gostou tanto. A cada resenha desejo mais esse livro. Parece mesmo ser lindo e tudo isso que vocês falam.

    Blog Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  7. Beatriz, só tenho lido resenhas positivas desse livro. Nicola Yoon conquistou o coração de muitas leitoras. Eu quero ler esse livro por causa que questão dos imigrantes. Gosto muito desse tema. E com Trump na presidência, acredito que a vida dos imigrantes ilegais ainda fica mais difícil.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Bea!
    Desde que li os primeiros comentários sobre esse livro, fiquei ansiosa por fazer essa leitura. E agora, conferindo a sua resenha, essa vontade aumentou ainda mais. Essa história parece maravilhosa! Necessito <3

    ResponderExcluir
  9. Olá,

    Apesar da história se passar em um dia, e eu normalmente não curti tanto histórias rápidas, fiquei bem interessada nessa história, em grande parte por conta das resenhas sempre positivas que venho lendo e depois por essa capa maravilhosa! Sua resenha só veio para me deixar ainda mais curiosa haha.

    ResponderExcluir
  10. Esse livro tem cara de ser lindo mesmo, não solicitei na parceria e me arrependi, cada resenha que leio, aumenta minha vontade de em aprofundar na história. a foto que você fez, ficou linda.

    ResponderExcluir
  11. Sou louca para ler esse livro 😍 sua resenha ficou ótima.
    Que foto fofinha ☺️
    Parabéns pelo blog


    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi Bia!
    Que livro lindo foi o que pensei quando conclui a leitura.
    Acho que você apresentou a história muitíssimo bem e que teve ótimas impressões. Estou com essa história guardada no coração para sempre ♥
    O amor de Daniel pela vida é muito bonito e a forma poética como ele a vê também.
    Quero reler!
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi, BIa.
    Ganhei esse livro em um evento, mas ainda não tinha me decidido sobre ler ou não!
    Depois da sua resenha, já coloquei ele na lista de próximas leituras!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  14. Eu gostei do livro, só não tanto quanto imaginei que gostaria porque amei Tudo e todas as coisas e achei que esse me encantaria da mesma forma, mas não aconteceu. Mesmo assim torci muito pelos protagonistas, e entendo perfeitamente essa sensação do coração partido seguido pela volta da esperança... Rs...

    ResponderExcluir
  15. li esse livro e ele virou um dos meus favoritos! como disse na minha resenha, Yoon parece um monstro, escrevendo histórias e desenvolvendo personagens! ela é incrível e fiquei apaixonado pelos protagonistas! <3

    adorei a resenha! :D

    abraços! <3
    Alex, do blog Um Bookaholic.
    umbookaholic.com | Canal | @umbookaholic: instagram/twitter

    ResponderExcluir