19 de junho de 2017

[Resenha] A Voz

Título: A Voz
Autora: Kat Torres
Editora: Matrix
Páginas: 312
Ano: 2017
Leia a sinopse no Skoob
*Cortesia da editora


Resenha
Kat Torres conta no livro as suas experiências mediúnicas. Em um relato emocionante, a autora fala sobre diversas situações e sobre o apoio que recebeu da Voz em cada uma delas. Não é só uma autobiografia, é um livro que fala sobre espiritualidade e mostra uma outra visão para circunstâncias vistas como incompreensíveis. Continue lendo a resenha e saiba mais sobre a obra.
Kat começa o livro pelos olhares de uma menina de dois anos e como ela vê a realidade de uma maneira diferente. Para ela, o seu berço é uma jaula; a sua mãe é uma mulher que a machuca, mas que na verdade está desembaraçando o seu cabelo ao amanhecer; o sol é uma luz que vai e volta; e os gatos são seres estranhos que a mulher tira de perto dela.

Quando dorme, a menina conversa com uma voz e essa voz a tranquiliza e a faz perceber as coisas como elas realmente são. A voz conta que toda vez que dorme elas conversam mas que ao acordar ela se esquece de tudo. A voz também conta que durante o dia envia pessoas e acontecimentos para que a menina a escute enquanto estiver acorda. Isso acontece com todos os humanos e no trecho a seguir você entenderá o porquê de  não ser possível escutá-la enquanto se está acordado.
"Na terra há uma energia de 'consciência terrena' forte demais; os humanos foram ensinados a pensar parecido, e essa chamada consciência cria um campo magnético que torna difícil - até impossível - eles se comunicarem comigo enquanto estão 'acordados'."
A menina (Kat) teve uma infância bastante difícil, os pais viviam em meio à brigas e a colocavam no meio delas. Com o passar dos anos, a menina sentia cada vez mais raiva das cenas terríveis que presenciava dentro de casa e das humilhações que passava por causa delas.

O pai de Kat tinha problemas com bebidas alcoólicas e a mãe acabava se tornando muito submissa ao marido, não conseguia se impor e não acabava de vez com todo o sofrimento. Todas as vezes que Kat se sentia mal pelas brigas dos pais ou por qualquer outro motivo, a Voz estava ao seu lado e a fazia se sentir melhor.
Na adolescência Kat foi descobrindo novas sensações, novos sentimentos e foi conquistando a sua liberdade. Até chegar em sua fase adulta, Kat passou por muita coisa e aprendeu a se reerguer e a confiar na Voz, que lhe dava conselhos e a ajudava a se manter de pé.
"Com experiência, já estava acostumada a tomar rasteiras da vida, caía e se levantava como se nem tivesse sentido o tombo. Estava habituada a lutar sem nunca perder o sorriso (mesmo que falso) e a vontade de ir além, cada vez mais obstinada."
Com a vida adulta vieram problemas mais sérios, como uma bactéria em um dos seios e a perda da sua mãe para o câncer. Mas em qualquer que tenha sido a dificuldade, com a ajuda da Voz, Kat passou por todas. Claro, a tristeza a atingiu muitas vezes, a fraqueza também, mas ela não desistiu e hoje ela ajuda outras pessoas com suas mensagens inspiradoras e que transmitem força e boas energias.
Minha impressão
Bom, eu não estou aqui para falar se acredito ou não na Voz ou sobre experiências mediúnicas, mas para falar sobre o livro. Quero deixar claro que a minha opinião sobre o assunto não influenciou a escrita dessa resenha. Dito isso, vamos continuar.

O livro foi escrito por Kat e pela Voz, tudo o que há nele foi ditado pela Voz e Kat escreveu. A obra traz uma história de superação e crescimento espiritual. Nas páginas desse livro encontramos relatos surpreendentes não apenas da vida de Kat, mas de alguns assuntos que são temas de debates, é um livro que pode ser visto como polêmico.

A voz fala sobre os humanos, sobre a vida no planeta Terra, sobre o plano de vida para cada alma, sobre quando chega a morte de um humano a sua alma continua a viver e depois retorna em outro corpo... não sei se estou me expressando bem, mas foi da maneira que eu entendi e além desses assuntos (que já são bem polêmicos) ainda encontramos muito mais. 

É um livro que algumas pessoas podem não acreditar ou irem contra o seu conteúdo rigorosamente, por outro lado, outras pessoas podem receber ajuda através dele. Como eu falei no começo dessa resenha, não é só uma autobiografia da Kat Torres, é um livro que trata de questões espirituais com todos os detalhes e oferece respostas para perguntas. 

Quem acompanha o blog sabe que no final de cada resenha eu coloco a minha nota para o livro, porém, dessa vez eu vou fazer diferente e não vou colocar. Não quero que a minha opinião sobre mediunidade ou sobre a Voz sejam interpretados por uma nota. 

4 comentários:

  1. Oi tudo bem?
    Nossa que assunto legal que o livro aborda, achei a capa bem misteriosa assim como o livro, gostei da indicação.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Gostei bastante das suas considerações sobre essa leitura. Particularmente, não é algo que me atrai. Por isso, acho que não leria esse livro. Mas achei bastante interessante a maneira como você o descreveu.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Desde as primreiras linhas da sua resenha eu já desejei ler esse livro, gostei bastante do tema abordado,já até anotei aqui para procurar para ler.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Muito profundo, a realidade vista através de uma criança de dois aninhos, tão cedo Kat já sofrendo nas mãos da própria mãe. Pai viciado em álcool, mãe aceitando tudo. A voz era um conforto para a menina. '~' Vou gostar de ler esse livro. Parece uma autobiografia ou algo baseado em fatos reais, estou certa?

    ResponderExcluir