17 de julho de 2015

[Resenha] Caçadores de Almas

DE ANA BEATRIZ BRANDÃO

Título: Caçadores de Almas
Autor: Ana Beatriz Brandão
Editora: Novo Século
Páginas: 222
Ano: 2015






Esse é o segundo livro que leio da Ana, o primeiro foi Sombra de Um Anjo (resenha aqui) a autora tem só 15 aninhos e já escreveu 10 livros e esse é o seu segundo publicado. Caçadores de Almas é suspense mas que pode facilmente passar pelo terror, em alguns momentos o livro fica tão sinistro que chega a dar medo! o livro fala sobre demônios, almas e rituais mas lembrem-se é apenas ficção. Uma outra coisa que quero falar é que a escrita da Ana Bia melhorou consideravelmente, não que fosse ruim mas é incrível o amadurecimento que ela teve ao escrever essa obra maravilhosa, me digam que autor não melhora em cada novo livro? isso é normal, você adquire experiência e melhora cada vez mais, lógico existem aqueles que flopam em um livro novo mas serve para aprendizado :), agora vamos ao que interessa que quero contar sobre o livro pra vocês.



Serena é uma jovem que só acredita na lógica e é completamente cética aos demais assuntos que a ciência não explica, ruiva e sardante é uma pessoa comum, a não ser pelo fato de ter uns pesadelos horríveis que sempre a impedem de dormir bem. Sua "melhor amiga" é a Briana com quem ela compartilha todas as intimidades, também tem um namorado chamado Alex mas ele e Briana não se dão bem e Serena não consegue entender o motivo, apenas tenta remediar a situação! 

Ela começa a receber uns bilhetes assustadores que dizem "Estamos observando você", no começo ela achava que era brincadeira da irmã, mas logo viu que não era e começou a ficar muito preocupada, também começaram alguns fatos estranhos na casa dela, como por exemplo a televisão ligar sozinha, a temperatura cair muito, ver vultos, pessoa no espelho (sem ser ela claro rs). Tudo era um aviso pois realmente estavam a observando.

Em uma noite Serena acorda de um sonho perturbador e para seus desespero e agonia os Angeli a capturam ( Angeli são anjos do mal, uma ceita adoradora do diabo) e a levam para um ritual no meio de uma floresta deserta, gente a Ana descreve o ritual de maneira tão detalhada que dá medo, sem contar que ela escreveu um dialeto só para os Angeli. O livro começa a ficar muito tenso nessa parte e conforme as páginas vão se passando as coisas só pioram.

Serena é muito corajosa, destemida e sábia, ela resiste com todas as suas forças e isso só faz com que os Angeli ataquem com mais intensidade, já nos últimos momentos de força e sanidade surge ajuda e ela pode enfim sentir algum alívio, são os Caçadores de Almas, eles resgatam a Serena e conseguem acabar com parte dos inimigos, mas chegaram tarde, pois o ritual estava quase completo e apenas foi interrompido, agora uma "alma" está presa no corpo dela, mas não é uma alma qualquer, Serena seria a última pessoa usada no ritual pois os Angeli já alcançaram um número exato que precisavam para abrir o portal do inferno para a terra, liberando todo o tipo de crueldade e espalhando o caos sobre a humanidade, os Caçadores não podem tentar retroceder esse processo pois a vida de Serena estaria em risco e os Angeli não podem fazer o ritual com outra pessoa, pois a chave para o portal está presa em Serena! e agora? bem... e agora ela está frita! eles vão vir para cima dela com tudo. ( pensem no terror )


Não dá para falar mais sobre as cenas do livro mas não viram nada ainda, isso o que contei não é nem um terço de todas as coisas tenebrosas que estão por vir, Serena ainda vai passar maus bocados, mas também vamos acompanhar outros personagens do grupo dos caçadores, ao mesmo tempo em que temos todo o lado do terror nós podemos acompanhar amizade, lealdade, esperança e até romance. Caçadores de Almas é um livro completo e temperado com tudo o que nós leitores gostamos, uma trama cheia de mistérios e envolve o leitor até a última página (e que última página foi essa senhora Ana Beatriz Brandão?)

Vou contar dois fatos curiosos no livro e completamente distintos sobre dois personagens. Primeiro é sobre a Serena, quando ela fica nervosa fala pelos cotovelos (parece até eu, gente eu faço isso), fala sem parar sobre mil coisas e até se perde de tanto falar kkkk sério mesmo, as vezes dá vontade de falar: cala a boca Serena kkk, mas ela não faz por mal eu a entendo!!!! O segundo é sobre Dorian, quem?! calma gente, ele é um dos caçadores e é disparado o meu personagem favorito, o cara é caladão, não fala uma única palavrinha, inclusive entre os companheiros existe a lenda de que ele seja mudo, mas se é ou não só lendo pra descobrirem. Mas isso que é o curioso enquanto um fala feito uma matraca o outro é taxado de mudo! Como eu queria falar mais sobre Dorian, mesmo o cara sendo caladão desperta a maior curiosidade.

Agora para terminar ( que resenha gigante!) não poderia deixar de falar que odiei Briana, de tal forma que queria matar a garota, mas deixa pra lá, o que é dela "tá" guardado!!!

Digo que eis aqui uma obra excelente da nossa literatura, a Ana Beatriz Brandão merece destaque e guardem bem esse nome pois ainda o ouviremos muito.

"Há momentos em que temos que ter coragem para decidir se ficamos nos lamentando pelo que se perdeu ou se nos levantamos e enfrentamos o que a vida nos reserva"

" Às vezes, a maior escuridão que existe é aquela que carregamos dentro de nós mesmos"

"Todos carregamos luz e sombra de nó. Qual delas nos dominará é a gente que decide, mas temos que lidar com as consequências da escolha"

Nenhum comentário:

Postar um comentário